O Temor Combate-se com a Esperança

Não haverá razão para viver, nem termo para as nossas misérias, se for mister temer tudo quanto seja temível. Neste ponto, põe em ação a tua prudência; mercê da animosidade de espírito, repele inclusive o temor que te acomete de cara descoberta. Pelo menos, combate uma fraqueza com outra: tempera o receio com a esperança. Por certo que possa ser qualquer um dos riscos que tememos, é ainda mais certo que os nossos temores se apaziguam, quando as nossas esperanças nos enganam.
Estabelece equilíbrio, pois, entre a esperança e o temor; sempre que houver completa incerteza, inclina a balança em teu favor: crê no que te agrada. Mesmo que o temor reúna maior número de sufrágios, inclina-a sempre para o lado da esperança; deixa de afligir o coração, e figura-te, sem cessar, que a maior parte dos mortais, sem ser afetada, sem se ver seriamente ameaçada por mal algum, vive em permanente e confusa agitação. É que nenhum conserva o governo de si mesmo: deixa-se levar pelos impulsos, e não mantém o seu temor dentro de limites razoáveis.

Nenhum diz:
– Autoridade vã, espírito vão: ou inventou, ou lho contaram.

Flutuamos ao mínimo sopro. De circunstâncias duvidosas, fazemos certezas que nos aterrorizam. Como a justa medida não é do nosso feitio, instantaneamente uma inquietude se converte em medo.

Séneca, in ‘Dos Reveses’

Anúncios

Eles não querem que você enriqueça

Interessante…

Viver sem pressa

capitalismo selvagem

Há algumas semanas, assisti a um vídeo do GuiaInvest com esse título: Eles não querem que você enriqueça.

Assisti despretensiosamente, mas me surpreendi com o vídeo e resolvi transcrever para deixar registrado aqui no blog (fiz pequenas alterações para a leitura ficar mais fluida).

——–

Eles não querem que você enriqueça

Você já teve a sensação de que por mais esforço que você faça, não consegue ganhar dinheiro suficiente? Isso acontece por causa da forma como o sistema funciona.

Você pode ter o melhor salário do mundo, receber uma gorda herança, ganhar na mega-sena! Mas se não souber como administrar e proteger o seu dinheiro, vai perder tudo!

O sistema é desenhado para que as empresas e as pessoas precisem o tempo todo de dinheiro e não parem nunca de produzir. Por isso o consumismo, a cobrança social e a ostentação são muito incentivados. Isso obriga as pessoas a correrem…

Ver o post original 1.054 mais palavras

Calma

branco1. Aprecie o que você já conquistou. Manter-se grato pelas próprias conquistas pode tanto melhorar o seu humor como diminuir, consideravelmente, as taxas de estresse, viabilizando uma atuação mais produtiva.

2. Evite questões do tipo “E se eu tivesse…?”. Quanto mais tempo se passa pensando nas possibilidades, menor é a chance de tomar as decisões que podem lhe impulsionar para caminhos concretos e lhe trazer calma. O foco deve estar no presente, não no passado.

3. Mantenha-se positivo. Em momentos de pressão ou estresse, pensar em algo positivo que tenha lhe acontecido no dia ou na semana pode ser uma ótima forma de relaxar, trazendo uma nova e mais tranquila perspectiva sobre a situação em foco.

4. Desconecte-se. Não mantenha seu pensamentos no trabalho durante 24 horas: este é um dos caminhos mais curtos para o estresse.

5. Controle o consumo de cafeína. A cafeína desencadeia a produção de adrenalina e, em grandes quantidades, pode dificultar muito a retomada da calma em uma situação de pressão.

6. Durma o suficiente. Dormir é fundamental para recobrar as energias e a capacidade de um raciocínio claro e objetivo.

7. Evite o negativismo. Separe o que há de concreto do medo do fracasso e das escolhas erradas, escapando do ciclo vicioso da negatividade.

8. Reavalie suas perspectivas. Não se pode controlar fatores externos, mas é possível controlar a maneira de encará-los; portanto, quando houver o estresse, reavalie a situação sobre novas perspectivas e redefina suas ações.

9. Respire. Momentos estressantes modificam a nossa respiração, aumentando a ansiedade e o nervosismo. Procure um local isolado e respire fundo por repetidas vezes, recobrando a calma.

10. Ative seus sistemas de apoio
Reconheça suas fraquezas e, quando for necessário, peça a ajuda de pessoas que podem lhe esclarecer dúvidas e apontar novos caminhos por meio de sugestões.

A escolha

O segredo da felicidade é você se contentar com as coisas simples, com um bom dia, um abraço, um sorriso, um café, uma manhã chuvosa, um aperto de mão. São os detalhes que fazem da vida algo maravilhoso, extraordinário.

Quanto mais você reclama menos felicidade você tem.E isto lhe torna uma pessoa negativa, e pessoa negativa ninguém quer por perto.

Porque  a única diferença do pessimista para o otimista é um pequeno detalhe: a Escolha.

Viva e alegre-se com o que têm.

Não terminei…ainda…

Cada dia fica mais difícil conviver com os tiranos, ser humilhados pelos hipócritas, viver em uma sociedade em que o certo e o errado já inverteu valores dentro de casa.

Cada dia que passa, morre uma parte de mim, aquela parte protetora, confiante, determinada e que julga valores familiares como o alicerce de alguma base.

Mas a verdade é: Nada do que se vive e do que os outros vivem são verdadeiramente iguais. Tudo é diferente, são conceitos e distinções diferentes.

O que é certo para mim pode ser errado para você. A definição de “moralidade” também.

Hoje percebo que família não tem significado sanguíneo. Família é um grupo de pessoas que você convive ao longo da vida e lhe dão conforto, segurança, paz e felicidade. O resto… é resto.

mind

O tempo não existe.

dd.jpgMe incomoda um bocado sempre que ouço algo do gênero “ela não tem mais tempo para isso” ou “ela tem que decidir antes que seja tarde demais” ou qualquer outra frase que enfoque o tempo como se este tempo fosse igual para qualquer um de nós. Cada pessoa nasceu no seu tempo e morrerá no seu tempo. O que ela fizer a partir da linha de partida e antes de cruzar a linha de chegada será única e exclusivamente realizado dentro do seu único e exclusivo tempo.

Não existe a “hora certa” de casar, de ter o primeiro filho, de ter o segundo filho, de estudar, de namorar, de deixar um emprego, de abrir um negócio. Não existe hora marcada em lugar nenhum. Cada um de nós enfrenta uma jornada própria e a felicidade é uma experiência singular.

Quem faz a nossa hora somos nós. Não existe regras em relação ao tempo. Alguém viu algum relógio por aí? O tempo é único, individual e está dentro de cada um de nós. Só nós sabemos em que tempo estamos de nossas vidas.

Sou fiel seguidora dos ensinamentos do líder espiritual indiano Sri Sri Ravi Shankar. Há um trecho de um texto dele que tenho emoldurado em meu quarto de ioga e meditação e que diz assim:

“Alguns estão solteiros, alguns estão casados e esperaram 10 anos para ter um filho. Outros tiveram um filho depois de um ano de casados. Alguns se formaram aos 22 anos e esperaram cinco anos para conseguir um bom emprego. Outros se formaram aos 27 e encontraram o emprego de seus sonhos imediatamente. Alguns se tornaram presidentes de grandes empresas aos 25 e morreram aos 50, enquanto outros se tornaram presidentes aos 50 e viveram até os 90.

Cada um trabalha com seu próprio fuso horário. As pessoas conseguem lidar com situações apenas de acordo com seu próprio tempo. Trabalhe com seu próprio tempo. Seus colegas, amigos, conhecidos mais jovens podem parecer estar “à frente” de você; outros podem parecer estar “atrás”. Não os inveje nem zombe deles. Apenas estão em seu próprio tempo – e você está no seu. Você não está atrasado nem adiantado. Você está exatamente na hora certa”.

Não é o amor que sustenta o relacionamento, é o modo de se relacionar que sustenta o amor

abraçoAmar é tão simples. As pessoas é que complicam, as pessoas é que idealizam demais e esquecem de viver a realidade que, por mais complicada que possa parecer, continua linda de viver. As pessoas se esquecem de que o amor precisa ser alimentado não com presentes e jantares caros. Não, o amor não precisa ser financiado para se manter.

O problema é que as pessoas se esquecem do chocolate favorito quando vão ao mercado, se esquecem de que aquela camiseta do Star Wars vai fazer o coração do outro bater mais forte e que o sorriso vai ser desenhado aos poucos em seu rosto como quem diz obrigada.

As pessoas se esquecem da cor favorita, da sobremesa preferida, se esquecem de que um filme de comédia romântica, em um final de tarde no domingo, faz bem. As pessoas se esquecem de elogiar aquele vestido novo, de dizer o quanto está linda naquele pijama velho que a deixa ainda mais bonita.

As pessoas se esquecem da importância de assistir um jogo de futebol com o parceiro, de gritar com ele quando o seu time faz um gol e de vibrar com os “quase” gols.

As pessoas se esquecem de tirar um tempo de qualidade para escutar o outro. As pessoas se esquecem de dar uma flor dessas que a gente rouba do quintal dos outros (risos). De elogiar o perfume novo e de dizer aos pés do ouvido o quanto ama esse alguém.

Não precisa de buquê no trabalho, não precisa levar para jantar em um restaurante caro, não precisa encher de joias, comprar presentes caros. Não precisa disso para manter a chama do amor acesa. Não é isso que faz pegar fogo.

Um beijo na testa faz o coração de qualquer mulher se acalmar, um abraço quando as coisas não estão bem faz com que a gente se sinta protegido e assistir aquele filme que o outro tanto quer, também sabe agradar.

Beijos ao pé da orelha causam arrepios e o toque sincero faz o corpo balançar. O problema é que as pessoas são intensas demais no começo de um relacionamento e fazem de tudo para conquistar o outro, mas não sabem como lidar com todo o sentimento que, às vezes – na maioria das vezes – parece não caber dentro da gente.

E aí vem os inúmeros presentes, os inúmeros agrados, os inúmeros elogios e depois de um tempo, a insegurança vai embora e a gente se esquece de que é preciso conquistar todos os dias. Mas isso, ao contrário do que muita gente pensa, não é um fardo, obrigação e está longe de ser um sacrifício.

É a simplicidade que emociona, é o beijo de bom dia, é o “sonhei com você”, é o elogio sincero e inesperado, é o cuidado, é fazer aquele mousse de maracujá, preparar uma janta em casa mesmo e dizer: “Só tinha ovos, fiz um omelete delicioso pra nós dois. Espero que goste”. Um recado deixado no meio dos seus livros é o suficiente para fazer o nosso coração sorrir.

Vai, manda um SMS no meio da tarde dizendo que não consegue parar de pensar nele, compra o seu chocolate favorito e aparece de surpresa. Vai, compra uma rosa – não um buquê- e deixa um bilhete dizendo o quanto você a ama.

Não deixe cair na mesmice, continue fazendo aquele belo sorriso brotar, aqueles lindos olhos brilharem. Vai, continua fazendo aquele corpo balançar com o teu toque. Vai, mantém essa chama acesa e deixe incendiar. O amor se alegra com a simplicidade e são as pequenas coisas que fazem o nosso coração sorrir sem medo, como quem tem alguém ao seu lado querendo fazer morada.

(Retirado do ResiliênciaMag)