Crossfit e hipertrofia

Crossfit e hipertrofiaDe que forma a atividade de Crossfit é capaz de gerar hipertrofia muscular?

Os dois fatores primários que são postulados para mediar adaptações hipertróficas no treinamento de força são: a tensão mecânica (treinos com maior intensidade) e o estresse metabólico (treinamentos com maior número de repetições realizados ate a falha)

Tensão mecânica: A tensão sobre os músculos inicia um fenômeno chamado de mecanotransdução em que os mecano-receptores do músculo ultrapassam o sarcolema, tais como as integrinas, e convertem a energia mecânica em sinais químicos que medeiam vários processos intracelulares anabólicos e catabólicos de forma a favorecer a síntese sobre a degradação proteica (Hornberger et al., 2006).

Estresse metabólico: O estresse metabólico oriundo do exercício de força é resultante da produção de energia (ATP) por meio da glicólise anaeróbia, o qual é responsável pelo acúmulo de metabólitos, como por exemplo, o lactato, fosfato inorgânico e íons de hidrogênio (H+)¹³. O estresse metabólico possui papel importante no recrutamento muscular de fibras de contração rápida, a liberação de hormônios anabólicos e o aumento da síntese proteica com ativação das vias associadas à mTOR (Loenneke et al., 2010).

Nesse aspecto, o treinamento de Crossfit contempla a parte da tensão mecânica (nos treinos de força) e do estresse metabólico (na parte do treino do condicionamento metabólico, caracterizado por altos números de repetições ate a falha).

Ramires A. Tibana / Instagram (@ramirestibana)
PhD Student at Catholic University of Brasília – Brazil

Anúncios

Starbucks doará toda comida não comercializada a bancos de alimentos

star

O Starbuks anunciou recentemente uma decisão que tende a beneficiar milhões de americanos: doar toda a comida que deixar de comercializar aos bancos de alimentos dos Estados Unidos.

Por meio de uma associação com a Feeding America e a Food Donation Collection, a rede de cafeterias pretende doar 100% daquilo que não vender nas suas mais de 700 cafeterias espalhadas por todo o território dos Estados Unidos.

Segundo a Feeding America, mais de 48 milhões de americanos nem sempre têm o que comer: um a cada sete passa fome

starrr

A ação já será realizada durante os próximos 12 meses. O Starbuks deve doar algo em torno de 5 milhões de alimentos até o final deste ano e 50 milhões em 2021.

“Como muitas das nossas iniciativas de impacto social, a inovação e a inspiração vêm de nossos parceiros que são voluntários e que contribuem para suas comunidades”, destacou John Kelly, vice-presidente sênior de Responsabilidade Global da Starbucks. “Eles viram a necessidade que temos de fazer mais e encontrar uma maneira de usar a nossa escala para trazer mais qualidade de vida aos necessitados”, concluiu.

 

Retirado do Eco4planet

Nunca desista!

6 a.m, o relógio toca para mais um dia de luta, de glória, seus pensamentos dizem para você continuar na sua cama, aquela cama gostosa, a famosa zona de conforto… aconchegante, reconfortante, surreal. Mas você não está ouvindo somente esta voz. 

Do outro lado tem uma voz sussurrando no fundo, dizendo pra você se levantar, um novo dia começou, novas experiências estão por vir,a sua rotina muda a cada dia. É uma voz simples porém forte, ecoa entre suas dúvidas e suas incertezas.

E você? Vai se dar por vencido? Vai se entregar de novo ao cansaço? Vai ficar na zona de conforto?  Vai deixar pra outro dia?

Veja bem, a vida nunca será fácil, as suas escolhas muito menos. Mas sempre que escolher um caminho, trace-o bem feito. Seja digno de completar algo. Não alimente a dúvida, a incerteza, a ansiedade. Seja paciente guerreiro.

Se for pra desistir, desista de ser Fraco!

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/03/f1ce7-cavalos.jpg

AS 42 MAIS INTERESSANTES CURIOSIDADES SOBRE O CAVALO

Fatos interessante!

VIVIMETALIUN

http://images.forwallpaper.com/files/images/5/58c8/58c847a5/107641/snowy-white-horse-snow.jpg

O projeto desenvolvido por Fabuloso Mundo De Evis,que conta lendas dos tempos antigos sobre cavalos,e o novo  método de doma , chamado Doma Rancional ou Join up – consiste em domar o cavalo segundo o instinto do próprio, sem precisar bater machucar e nada. Tem a doma india  famosa na america do sul,  foi criada a partir de como os indios lidavam com os cavalos.

E algumas curiosidades e realidades vívidas por esses  animais que são tão inteligente e conseguem se adaptar com muita facilidade em ambiente não muito tocado pelo homem, como por exemplo a nevasca nesse caso os cavalos da neve tem grandes facilidades,sol forte e terrenos de difícil acesso ,os cavalos são seres sensacionais e sempre foram carregados de misticismo antigo.

Falam que o espirito d’oeste americano é um cavalo que vive a calvagar sempre carregando a liberdade.Veja abaixo algumas das 42 curiosidades sobre eles.

 

Ver o post original 1.035 mais palavras

P “in” B!

Preto no branco_logo

A chuva cai
O vento sopra
A verdade sai
O louco alopra

Ciências exatas
Relatórios de atas
Dentre tantas mulatas
Ketchup com muitas batatas

Calvin Klein é marca
Suco é fruta
Khan era Monarca
Platoon só tinha recruta

A vida é assim
Vivendo e aprendendo
Aquele sabor carmesim
Ela me surpreendendo

Não sou desatino
Ela me deixa franco
Aquela ironia do destino
O Preto no Branco.

Cores, curvas e sabores.

“Ela tem cores, curvas, sabores, Coisas que seduz e, eu levo flores, som de cantores
E ela ama ouvir..” (Rael – Envolvidão)

morenaaaaa

“Eu sou do tamanho daquilo que SINTO, que VEJO e que FAÇO, não do tamanho que os outros me enxergam. ”
(Bob Marley).

Podia-se dizer que existem sentimentos que pessoas demoram a vida inteira pra conseguir achar, e às vezes morrem sem saber se ele realmente existe. Em outros casos, tais sentimentos batem na porta de outros e a vida começa a fazer sentido mais cedo. Pois bem.. nunca tive esse tipo de sorte em primeiro momento. Sempre busquei por meios corretos ou que eu acho certo para conseguir sentir tais sentimentos em algum momento da vida.

A vida significa existência. Do latim “vita”, que se refere à vida. É o estado de atividade incessante comum aos seres organizados. É o período que decorre entre o nascimento e a morte . Por extensão vida é o tempo de existência ou funcionamento de alguma coisa. Essa “coisa” geralmente é tudo que existe. Nós, os seres vivos fazemos parte dessa “coisa”. É um sistema distinto. Somos abençoados por termos consciência, tal consciência que permite dar sentido aos sentimentos. Tais sentimentos que produzimos ou vivenciamos através das experiências que a vida permite.

Hoje é um dia especial pra mim, é um dia que me lembra bons momentos, momentos satisfatórios, momentos que ecoarão por toda a eternidade em minha alma. Pode ser uma data simbólica para maioria, porém é uma data interessante pra mim.

Gosto de vivenciar momentos, apreciar os fatos e sentir a vida. E gosto ainda mais quando isso tudo acontece ao lado de quem gostamos. É uma dádiva poder sentir a vida, e compartilhá-la com outrém. A vida é feita de momentos, de detalhes, e um certo detalhe me marcou. Um detalhe singelo, charmoso e dengoso, dengoso não, Digo.. sexy. Preenchi uma parte de minha vida que estava meio vazio, porque a outra parte é comida… ahh… comer é bom demais, mas vamos voltar ao assunto. Esse detalhe, essa beleza jaboticabal me fascinou e continua me fascinando.

Experiência boa, modesta e sincera, tenho um sentimento puro e doce por esse ser magnifico e pleno. Às vezes me foge a memória alguns acontecimentos e detalhes, mas eu não esqueço do principal… não me esqueço dela, sinto seu cheio sempre que fecho os olhos, gosto do sabor de seus beijos, da sua pele, gosto da água que esquece de por na geladeira. Gosto assim, igual tom Jobim, em suas mil e uma músicas afim, de contos sem fim, de prazeres serafins, rimando eu falo assim… sorrindo sempre afim… de te abraçar apertadim, dessa nega que tem tim… é… eu sou assim.

Crio teoremas quem nem Pitágoras pode decifrar, como também sinto verdades que são inexplicáveis, minha mente transborda de sentidos aleatórios, de gestos marcantes, de sabores imensuráveis. Sou assim… puro, sincero e louco, louco pela vida, por você e por comida.. ahhh como é bom comer.

Termino meu verso incerto de prozas e dedicatórias, da forma mais pura e verdadeira, como um sentimento que nasce de um açaí que não tomei e traça um caminho infinito pela alma humana. Gosto tanto de você quanto um pote de 1kg de Nutella.

Às vezes fico sem palavras, outras vezes minha hiperatividade sobra, mas a verdade é imutável. Obrigado, minha doce Rainha.

Brasil em Crise: tudo o que você gostaria de entender mas não sabe nem por onde começar

(Site oficial)

As dúvidas que assolam a república, em um pequeno FAQ (atualização permanente)


O grampo em Lula e Dilma foi ilegal?

O material foi obtido com autorização da Justiça. Ou seja: ilegal, não é. Quem autorizou foi juiz Sérgio Moro, titular do processo. Existem áudios de conversas do ex-presidente Lula com diversas pessoas, entre elas a presidente Dilma. E aqui pairam duas dúvidas essenciais:

1. Um dos áudios, no qual Dilma fala que enviou o documento de posse para efetivar Lula como ministro — e o aconselha a “usar em caso de necessidade”  — foi gravado após o horário do despacho do juiz Sérgio Moro que encerraria as interceptações telefônicas. Esse áudio está sendo contestado. É válido? É legal? Pode estar no processo contra Lula? A palavra final caberá ao STF, para onde Moro enviou a investigação. O ministro do STF, Marco Aurélio de Mello, que havia criticado duramente Sérgio Moro por obrigar Lula a prestar depoimento, sinalizou que a suprema corte não vê problema no áudio contestado: chamou de “pecadilho”.

2. Moro poderia ter divulgado os áudios? Opiniões de especialistas vêm pululando pela imprensa. O direito é elástico o suficiente para defender ou condenar a prática. Moro alega interesse público, seus detratores dizem que o argumento é frágil e que a intimidade de Lula deveria ser preservada. Além do mais, alegam que, por se tratar de um grampo que envolve a presidente da República, esses áudios deveriam obrigatoriamente ir ao STF sem qualquer divulgação.

Isso anula a Lava Jato?

Não. Esses áudios se referem somente a 24º fase da operação, que investiga Lula. Juridicamente, no entanto, existem muitos caminhos. Se a tese do “pecadilho” prevalecer, o processo seguirá seu curso para análise das provas. Mas há chance de o áudio gravado após o fim das investigações ser considerado ilegal. Nesse caso, a possibilidade de anular o processo é real. Durante a Operação Satiagraha, escutas ilegais foram usadas contra o banqueiro Daniel Dantas, que acabou preso. Mais tarde, o processo foi anulado — e Dantas solto — por “contaminação de provas”.

Afinal, houve vazamento dos áudios?

Não. Quem autoriza a publicidade dos autos de um processo ou de parte deles é o juiz. O juiz da Lava Jato é o Moro, que levantou o sigilo e divulgou as conversas. Não é, portanto, um vazamento. Para Moro, é importante que o povo avalie, a partir das gravações, se um ex-presidente está usando o governo para interesses pessoais e de partido. Muitos juristas discordam, e acreditam que o processo deveria ter sido apreciado antes de ir à imprensa.

Mas transparência pública é bom. A justiça está mudando para melhor?

Mais ou menos. Vamos pegar o exemplo que Moro mais gosta de usar: a operação Mãos Limpas, que varreu os partidos italianos nos anos 1990 em um sistema de corrupção muito parecido com o do Brasil. A Mãos Limpas fez uso de grampos para processar corruptos e corruptores. O sucesso da operação fez com que as interceptações autorizadas pela justiça se tornassem uma prática comum na Itália, virando quase o caso do remédio em excesso que se torna veneno.

Segundo dados do ministério da Justiça italiano, em 2012 foram autorizadas 124 mil interceptações telefônicas. Considerando que cada pessoa interceptada na Itália fez em média 26 ligações por dia, estima-se que espantosas 181 milhões de conversas foram ouvidas por investigadores — em um país de 60 milhões de habitantes. Como comparativo, o volume de grampos italianos é superior a França (41 mil), Alemanha (23 mil) e Reino Unido (3 mil) somados.

A quantidade de grampos fez suscitar críticas em relação a um estado policial na Itália. Aproveitando a onda, políticos tentaram restringir ao máximo os grampos. O equilíbrio é delicado.

O Brasil está virando um estado policial?

Muitos sinais são preocupantes. A Lei anti-terrorismo é a pior delas. Apesar de ter sido sancionada com vetos importantes pela presidente Dilma, a lei ainda é temerária. É preciso dar força ao Estado para controlar o crime, mas os direitos fundamentais precisam ser resguardados. “Quem não deve não teme” é uma grande falácia a favor do vale-tudo. Alguém gostaria de abrir permanentemente sua conta de e-mail e gravações telefônicas só por garantia?

Lula pode ser ministro? Não é ilegal?

Pode. Não é ilegal. A chance de ele perder o cargo reside, justamente, se comprovado que aceitou o convite somente para se proteger da Justiça. Sua nomeação está suspensa, aguardando manifestação da Advocacia Geral da União no STF, que decidirá o caso nas próximas semanas.

O que a economia tem a ver com isso?

O que se convencionou chamar de “economia real”, no curto prazo, pouco. Lula ministro não fará mágica. O Brasil não melhora em pouco tempo com ele no Governo. Nenhuma figura salvadora vai dar jeito. A Bolsa, por outro lado, sofre dois movimentos: entrada e saída constante de capital externo, que faz ações e dólar flutuarem, e euforia de pequenos investidores que lêem “melhora” ou “piora” a cada passo da Lava Jato. Além disso, sofremos com guerra cambial.

E os militares?

Eles não podem espirrar que ficamos com medo. Tomei a liberdade de consultar um militar do alto comando do Sul, que pediu pra ter seu nome preservado. Não é garantia de nada, até porque, se seguir o movimento de 1964, como mostrou Elio Gaspari em sua coleção de livros sobre a ditadura, o Exército não opera de forma unida e podem existir rebeliões internas e rachaduras. No entanto, segundo essa minha fonte, “não há qualquer clima de golpe”. Nossa democracia deve dar conta da crise com as regras que estão postas. A responsabilidade é nossa.

Estou em cima do muro? Sou uma pessoa horrível?

Nem mesmo juristas concordam entre si com boa parte do que vem acontecendo. Cuidado também com a opinião de “especialistas”. Muitos têm interesses (clientes implicados na Lava Jato, por exemplo), e nenhum deles têm acesso aos autos do processo. Ou seja: estão opinando sobre teses que podem ou não espelhar a verdade processual. São opiniões que nos ajudam a formar uma consciência, mas apenas isso. E, politicamente, talvez você não esteja em cima do muro, mas contra um sistema político de oligarcas que abarca todos os que, aparentemente, estão brigando pelo poder. Todos os partidos que comandam o país estão atolados nessa lama.

Moro é um herói nacional?

Por favor, não eleja heróis. A melhor política se faz com instituições fortes, não pessoas. É hora de ser iconoclasta, não ingênuo.

A imprensa é isenta?

Uma árvore é isenta?

Ok, mas e a imprensa?

A imprensa é como a política, o judiciário, a natureza. Não existe essa unidade “a imprensa”. Filtre suas fontes de informação e não passe boatos adiante. Prefira falar sobre fatos com fontes comprovadas em vez de espalhar opiniões sem fundamento no mundo real.

A lava jato vai mudar o país?

Já mudou, por tudo o que está acontecendo, para o bem e para o mal. Mas o que mudaria mesmo o país seria uma reforma política, para começar. As campanhas são muito caras e isso faz com que os financiadores cobrem a conta rapinando os cofres do Estado. Fora isso, claro, seria importante votar melhor, e sobretudo ser uma pessoa melhor no dia a dia. Ou, como disse o jornalista e escritor italiano Indro Montanelli em um artigo de 1995 sobre a operação Mãos Limpas: “Mas e o país é melhor que a classe política?”.

Extraído do Medium

(Escrito por Leandro Demori)

%d blogueiros gostam disto: