Don’t loose your Mind!

Imagem

Once upon a time and a time to think
Whatever you want, walk in the feet
Everyday i woke up and i’m take my coffee.
today is a big day to the pay off!

So you got me say “ohh ohh”
OHHh OHH,
You got me say “Yeah Yeah”
YEAH YEAH
Everybody say ” Wow wow”
Wow Wow
And blind me to the sun

Walking off the earth when i loose my mind.
It’a PERFECT TIME to change your LIFE!
Pick a one choice and make a lot of mess
And raise on shine with our grace

And i don’t know what you do to me
But i know what i do for u
Becaus’ i’m hero in the black flag
and u r little thing crashed in the egg!

That’s it! The Story start right now
Where i live my life across the universe
In this Crazy mega Shit World
But the question is:

” WTF u still here talking nothing with in the air?! Your shit’s bag in the anyonelse!”

Black friday!

Anúncios

Nossa Cor!

Imagem

Falam de mim
Falam de você
Falam de nós
Falam da nossa cor

Ainda nos tempos de hoje
Existe gente sem amor

Barack Obama
É negro
O Léo Santana
É negro
Nelson Mandela
É negro é negro é negro

Salvador
É negro
O Thiaguinho
É negro
Gilberto Gil
É negro é negro é negro

E se você não é negro se junte a nós
Que não tem preconceito

Aqui só tem negão
Aqui só tem negão
De favelas, becos e vielas
Aqui só tem negão

Música – Nosso amor: Parangolé

Más e mais palavras!

Imagem

Porque a vaidade sobe na vida?
Enquanto o orgulho gera revolta
A inveja pega um bonde de ida
A soberba pega um bonde de volta

A inocência se perde em um olhar
A solidão se torna um andarilho
O interesse vira um par
A raiva fica na ponta do gatilho

É interessante como o mundo está
Vários pessoas são fáceis de comprar
Um tiro no destino do ser e estar,
Suas escolhas definem o caminho a vagar.

E a soberba sobe na cabeça
Um teatro bem feito deixa a desejar
Se tudo aquilo é ironia e falsidade?
Pois a vaidade tem duas faces a falar.
O veneno afeta qualquer idade.

Depois falam que não existem artitas
Princeton não é “A” escola
Hogwarts também não É!
A verdade está na frente dos olhos
Daqueles que veem o que quer!

Porque qualquer atitude muda o destino…
Kremlin de Moscovo é magnífica
A falsidade no sangue é lípido
Lapidado na alma de um facista!

“Hurensohn!” Alemães dizem de judeus
E se julgavam os melhores do mundo
Hoje, a vergonha domina no seu apogeu
Porque Hitler deixou um legado vergonhoso
De um mundo metido, sujo e grosso

E a vaidade denovo acabou com um império
Porque hitler achava que era “esperto”
E o que lhe sobrou? O Inferno!
E o conceito de Amor não era NADA Materno!

Tão pouco falo da rússia
Bélgica, “London” e França
Foram épocas de guerras estúpidas!
Alimentadas por ódio e ganância

Um fim triste, cinza e imoral
Pra todos aqueles fiéis
Que sofreram em uma época Nazista
E Hitler era um mero mortal.

Aí lhe pergunto a respeito
A quão maldade o ser humano possui
Que cobre o amor em seu peito
E nas veias o ódio flui.

A vaidade passa de passagem
Igual o símbolo da morte
Que busca a alma em uma viagem
e vai pro céu, se tiver sorte.

Em um contexto de mundo atual
Fale sempre a verdade e não a prive
Porque todo mundo vai descer o pau
Mas não me importo, o CHORO É LIVRE!

Afrodite: Simplificada

Há duas versões sobre o nascimento biológico desta Deusa. Na versão de Homero, Afrodite nasce de modo convencional, como sendo filha de Zeus e Dione, ninfa do mar. Já na versão de Hesíodo, ela nasce em consequência e um ato bárbaro. Cronos, cortou os órgãos de seu pai Urano e os atirou no mar. Uma espuma branca surgiu em torno deles e misturando-se ao mar, gerou Afrodite. Sendo assim, Afrodite é filha do Céu e do Mar, a Deusa Mãe original em muitas tradições, e o primeiro fruto da separação do céu e da terra. Como foi gerada no mar, é a filha do começo, é a figura que, igual a Deusa original, volta a unir as formas separadas de sua criação. Nesse sentido, Afrodite “nasce” quando as pessoas recordam, com alegria, o vínculo que une os seres humanos com os animais e com toda a natureza e ainda, quando percebem esse vínculo como uma realidade clara e sagrada. O mito sugere que isso aconteceu mediante o amor. A união se converteu em reunião, pois o amor que gera vida se faz eco do próprio mistério da vida.
O nome de Afrodite, surge da mesma forma que seu nascimento: “afrós” significa “espuma” em grego. Contudo, o útero do mar que a acolheu e alimentou o sêmen do céu não foi concebido como uma concha até que Botticelli a imortalizou com a dita imagem (kteís, a palavra grega que designa a concha, significava também os genitais femininos).
Seu nome latino, Vênus, é a raiz da expressão “doença venérea”. A sexta-feira (vendredi, em francês), dia da semana, era-lhe consagrada (Veneris dies).
Afrodite também era chamada “Dionéia” como sua mãe. “Anadómene”, isto é, “saindo das águas”. Possuía um cinto onde estavam encerradas as graças, os atrativos, o sorriso sedutor, o falar doce, o suspiro mais persuasivo, o silêncio expressivo e a eloqüência dos olhos. Conta-se que Hera o pediu emprestado a Afrodite para reanimar a paixão de Zeus e para vencê-lo na causa dos gregos contra os troianos.
Afrodite chegou à Grécia vinda do Chipre e, antes disso, desde Mesopotâmia. Era portanto, uma Deusa muito antiga, tão antiga como o tempo, entretanto, no Monte Olimpo era uma divindade de aparição recente, cujo papel havia sido reduzido, pois sua esfera de atuação era tão somente as paixões humanas. As divindades anteriores tem maior transcendência: tendem a ser deidades que realizam todo tipo de obra. Porém quando é esculpida e pintada com seus animais e pássaros, os golfinhos, o bode macho, o ganso, o cisne e a pomba, pode-se vislumbrar claramente sua antiga linhagem. Como Deusa do mar, se desliza por cima das ondas sobre o lombo dos delfins; como Deusa dos animais, faz com que o desejo os impulsione, atraindo-os entre si; como Deusa da terra em seu aspecto fértil, através da chuva reúne o céu e a terra, e faz com que as sementes da terra úmidas brotem raízes raízes e folhas.
Como Deusa do céu, viaja pelo ar em carruagens de cisnes e gansos, e se senta sobre um trono de cisnes.
Afrodite rege o céu, a terra, as ondas e a todas as criaturas vivas. “Foi ela que deu o germe das plantas e das árvores, foi ela que reuniu nos laços da sociedade os primeiros homens, espíritos ferozes e bárbaros, foi ela que ensinou a cada ser a unir-se a uma companheira. Foi ela que nos proporcionou as inúmeras espécies de aves e a multiplicação dos rebanhos. O carneiro furioso luta, às chifradas, com o carneiro. Mas teme ferir a ovelha. O touro cujos longos mugidos faziam ecoar os vales e os bosques abandona a ferocidade, quando vê a novilha. O mesmo poder sustenta tudo quanto vive sob os amplos mares e povoa as águas de peixes sem conta. Vênus foi a primeira em despojar os homens do aspecto feroz que lhes era peculiar. Dela foi que nos vieram o atavio e o cuidado do próprio corpo.” (Ovídio).
Igual a Inanna-Isthar, Afrodite encarnava a estrela mais brilhante do céu, a estrela da manhã e do entardecer que chamamos por seu nome romano, Vênus. O templo micênico chipriota do século XII a. C. consagrado a Afrodite estava decorado com uma estrela e com uma lua crescente e também com a pomba.
Afrodite é uma divindade da Lua Cheia, a qual sustenta e nutre a vida. Seus poderes são maduros, cheios de vida e poderosos, mas ela também protege ferrenhamente tudo aquilo que cria. Por simbolizar o amor e a fertilidade, seus símbolos são as vacas, cervos, cabras, ovelhas, pombas e abelhas.
A Deusa presidia ainda, os casamentos, os nascimentos, mas particularmente à galanteria.


Amores

Na mitologia tardia, Afrodite estava casada com Hefesto, o coxo, o deus que como o vulcão, produzia o fogo nas profundezas da terra. É filho de Hera que, como deus ferreiro, forjava os relâmpagos para Zeus. Conta-se que seu pai, Zeus, a entregou como esposa à Hefesto, para castigar o seu orgulho. A Deusa aceitou, pensando que o deus ferreiro seria fácil de contentar.
São inumeráveis os episódios que a relacionam com relações amorosas infiéis.
A relação adúltera de Afrodite com Ares, o deus da guerra, alternadamente valente e covarde, porém sempre indisciplinado, foi descoberta por Hefesto.
Com Ares, a Deusa teve três filhos: uma filha, Harmonia e dois filhos, Deimos (Terror) e Fóbos (Medo). A união entre estes dois deuses, o amor e a guerra, são duas paixões incontroláveis, as quais se em perfeito equilíbrio, poderiam estabelecer a harmonia.
Afrodite também uniu-se a Hermes e dessa união nasceu um deus Hermafrodito, que herdou a beleza de ambos os pais, trouxe igualmente consigo seus nomes, e teve as características sexuais de ambos. Como um símbolo, este deus pode representar a bissexualidade ou a androginia.
Com Dionísio procriou a Príapo, um feio menino de grandes genitais. Eros (Cupido), deus do amor, foi o filho mais famoso de Afrodite. Armado com seu arco, desfechava as setas do desejo no coração dos deuses e dos homens. Entretanto, mitos posteriores descrevem-no como filho ilegítimo de Afrodite. Com o tempo, passou a ter sua força diminuída e o que hoje conhecemos dele é a representação sob a forma de um bebê de fraldas com um arco e flechas, conhecido com o nome de Cupido.
Sob o nome romano de Vênus, viu Anquines cuidando de seu gado em uma certa montanha, enamorou-se . Fingindo ser uma jovem muito linda, arrancou fervorosa paixão dele. Mais tarde, revelou sua real identidade e contou que concebera um filho, o piedoso Enéias, que foi o lendário fundador de Roma. Os romanos consideravam Vênus sua mãe ancestral e a cidade de Veneza recebeu este nome em sua homenagem.

Mitos

Julgamento de Paris

Nada é mais célebre do que o julgamento de Paris e a vitória conquistada por Afrodite sobre Hera e Atena, apesar das suas rivais terem exigido dela que, antes de qualquer coisa, deveria tirar o seu temível cinto. A história se passou, mais ou menos assim:
Todos os Deuses Olímpicos, menos Éris, Deusa da Luta e da Discórdia, uma Deusa Menor, foram convidados para o casamento de Peleu, rei de Tessália, com a bela ninfa marítima Tétis. Mas Éris apareceu mesmo sem ser convidada e resolveu vingar-se pela desconsideração. Ela interrompeu as festividades atirando uma maçã de ouro onde estava gravado “para a mais bela” entre as convidadas reunidas.
A maçã rolou pelo chão e foi imediatamente reivindicada por Hera, Atena e Afrodite. Cada uma sentiu que a maçã era legítima e merecidamente sua. Elas não podiam, certamente, decidir entre si qual era a mais bonita, portanto apelaram pela decisão de Zeus. Ele recusou fazer a escolha, e as enviou ao pastor Páris, um mortal que sabia apreciar as mulheres bonitas; ele seria o juiz.
As três Deusas encontraram Páris vivendo a vida bucólica com uma ninfa dos montes nos declives do monte Ida. Sucessivamente, cada uma das três bonitas Deusas esforçaram-se para influenciar sua decisão com um suborno.
Hera ofereceu-lhe poder sobre os reinos da Ásia se ele lhe concedesse a maçã. Atenas prometeu-lhe vitória em todas as batalhas. Afrodite ofereceu-lhe a mulher mais bonita do mundo. Sem hesitação Páris declarou Afrodite a mais bela, e ofereceu-lhe a maçã de ouro, incorrendo portanto no ódio eterno de Hera e Atenas. O Destino acabou selando o amor que já havia sido despertado entre Páris e Helena. Mas, ao optar pela beleza e o amor, não só rechaçou a maternidade, a castidade, mas também perdeu a proteção de Hera e Atena, que acabaram ajudando os gregos.

Adonis, Filho e Amante

Adonis nasceu de uma árvore de mirra, segundo conta uma lenda. Ele era filho de uma relação incestuosa de Mirra e seu pai, Ciniras, rei de Pafos. De acordo com uma versão dessa história, a própria Afrodite teria motivado essa paixão proibida pelos seguintes motivos: porque a mãe de Mirra teria negligenciado venerar Afrodite. De qualquer forma, ela se aproximou do pai disfarçada e no escuro, e se tornou sua amante secreta. Depois de diversos encontros clandestinos, ele descobriu que a tal mulher era a sua própria filha. Tomado de horror e de repugnância, induzido pela necessidade de puni-la, ele tentou matá-la. Grávida e desesperada e ainda,quando seu pai estava a ponto de alcançá-la, orou aos deuses para que a salvassem.
Por ordem divina, para protegê-la da ira do pai, pois ela foi transformada em uma árvore de mirra, de modo, que sua gravidez se converteu na gravidez da árvore. Dez meses depois, a árvore se abriu e Adonis nasceu. Ele é portanto, meio-humano e meio-divino.
Tão belo era o bebê que Afrodite o ocultou em um baú e o deu a Perséfone para que o cuidasse. Porém, quando a Deusa o vê, decide ficar com ele, enquanto que Afrodite decide que o quer de volta. Afrodite apelou então para Zeus, que julgando as exigências, permite que Adonis passe parte do ano com Perséfone e a outra parte com Afrodite.
Adonis cresceu e se transformou num lindo rapaz, amado e protegido por Afrodite. Porém um dia, contra seu conselho, foi caçar um javali selvagem e por circunstâncias do destino é morto pelo animal. Afrodite escuta seus gemidos e vai buscá-lo com sua carruagem puxada por aves, porém já o encontra sem vida e ensangüentado. O sangue era tão brilhante que a Deusa o transforma em uma flor, a anêmona, que cresce na primavera nas ladeiras das colinas.
Adonis, como deus da vegetação, do trigo e de todas as formas de vida visíveis, que crescem e morrem, deve morrer para que tudo viva, do mesmo modo que Osíris e Atis (há um javali que também o mata em certos relatos). O javali encarna o aspecto masculino da Grande Mãe. A Deusa sacrifica o amante para que possa renascer como filho e o filho-amante deve aceitar a morte, porque é a imagem do ser encarnado que, como a semente, regressa à fonte que o originou; enquanto a Deusa, aqui o princípio contínuo da vida, permanece para produzir novas formas a partir de seu inesgotável depósito.

Ira da Deusa

Embora seja considerada a Deusa do Amor, Afrodite não foi muito amável com seus adversários, sendo muito vingativa e impiedosa nas suas vinganças. Para punir o deus Sol (Apolo) da indiscrição de haver advertido Hefesto do seu adultério com Ares, tornou-o infeliz em quase todos os amores. Perseguiu-o mesmo pelas armas, até os seus descendentes. Castigou da mesma maneira, a musa Clio, que havia censurado o seu amor por Adonis.
Fedra foi outra vítima do poder de Afrodite. Era a madrasta de má sorte de Hipólito, jovem elegante que tinha se dedicado a Ártemis e a uma vida de celibato. Afrodite usou Fedra como instrumento de seu descontentamento com Hipólito, que se recusou honrar a Deusa do amor ou seus ritos. Afrodite motivou Fedra a apaixonar-se perdidamente por seu enteado.
No mito, Fedra tentou resistir à paixão, lutou contra seu desejo ilícito e ficou doente. Finalmente, uma criada descobriu a causa de sua miséria, e aproximou o jovem em favor dela. Ele ficou tão insultado e horrorizado diante da sugestão de ter um romance com sua madrasta que irrompeu num discurso longo e alto, que ela pode ouvi-lo.
Humilhada, Fedra se enforcou, deixando uma nota suicida acusando falsamente Hipólito de tê-la estuprado. Quando seu pai Teseu retornou para encontrar sua esposa morta e a nota, chamou Poseidon, deus do mar, para matar o filho. Enquanto Hipólito dirigia sua carruagem pela praia, Poseidon enviou enormes ondas e um monstro marinho para amedrontar os cavalos. A carruagem tombou e Hipólito foi levado de rastos até a morte. Dessa forma Afrodite se vingou, às custas de Fedra.

Fonte: Rosane Volpatto

O doce veneno da Barganha da vaidade por “Amor”.

Imagem

No mundo de hoje a palavra “amor”, “paixão” virou somente mais uma palavra do dicionário. Salve aqueles que presenciam e desfrutam do verdadeiro sentimento. Na verdade este texto vem de forma nua e crua explicar algumas diferenças de quem namora/fica com uma pessoa porque Gosta do que ela é e as outras pessoas que namoram/ficam com alguém pelo o que elas têm.

É muito simples, Nietzsche dizia:

“Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.”

Ou seja, pra você Amar você tem que ser um pouco louco, por quê? Porque você vai ultrapassar limites, não importa a classe social, o carro que ela tem ou não, o que ela faz, quem são os amigos/as dela, a concepção deste sentimento vai além do inimaginável!

O amor se baseia primeiramente em amor Próprio. Só então você poderá dispor de amor Para outras pessoas. Eu vejo casos de mulheres(não sendo machista, mas isso é um fato), que começam a namorar porque o rapaz tem algo a “oferecer”, ou é um carro, ou ele é bem sucedido, ou ele é popular, enfim, começa o “amor” por interesse. Isso vocês veem em qualquer lugar e é claro, quem namora por interesse não pode reclamar de ser tratado como mercadoria. Porque o preço da vaidade é esta Barganha. Uma vez uma menina começou a namorar um cara, e eu perguntei qual a qualidade que ele tinha, a primeira resposta que ela me disse foi: “Um fusion.” Minha filha, se esta foi a primeira qualidade que você viu, porque é o que você conta como vantagem pra todo mundo, vc já está desclassificada da rotina do Amor EM SUA VIDA. E acredite, é mais uma mercadoria e, como toda mercadoria vence algum dia. Pois conquistas em troca de favores são pontos fundamentais dos interesseiros.

Uma vez eu questionei uma colega de faculdade o Porquê de ela namorar um cara de 40 anos(ela tinha 19 na época), ela simplesmente me disse que ele era médico. ?!!!?!? Porra, qual a qualidade do cara? “eu sou médico” pffff. Sinceramente, é complicado viver em um mundo que “Status” e “riqueza” são indícios de “personalidade”.

Eu ouvi de uma outra garota que namorara um magnata de 50 anos que ela só tava com ele por causa do dinheiro, porque “no sexo” ele não aguentava, mas traição era direto. É galera, puta de luxo existe sem ser mascarado pela sociedade é um contrato de namoro na barganha. E depois fico a questionar o que vem a ser “namoro”, tem tantos significados pras pessoas que assusto.

Bom, graças a Deus tenho amigos, verdadeiros amigos e amigas que são diferentes, mas 80% do mundo estão fadados ao fracasso. Já estudei com gente interesseira, já namorei gente interesseira, já fiquei com gente interesseira, já trabalhei com gente interesseira, meus pais também, os seus, seus avós, sua tia, a minha, todo mundo no universo já passou por isso e sabe do que eu to falando. Chega ser trágico se não fosse cômico. Vemos várias celebridades de 60 anos namorando meninas de 30, e vice versa, mas por ser um monopólio do Mundo, e manipulação da mídia, você acha tudo mágico, você acostuma com a ideia de que se a pessoa é “boa de situação” ou “tem um carro” é um Bônus na sua relação. Cara isso é errado. Minha filha sai dessa vida.

Existem MILHARES de pessoas que dizem que procuram o amor, que fazem sacrifício pra terem isso, compartilham uma porrada de lições, sermões e textos de reflexão no face, na vida, e blá blá blá mas na vida real é a típica Maria Gasolina, o João prostituto, a Maria Breteira.

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser. O sexo é um complemento necessário, não a barganha pra subir seu vazio do material. Não é o carro dele/a que vai te fazer feliz, nem a empresa, nem o cargo, muito menos a casa, porque tudo isso passa, o amor não.

Amor é diferente de paixão, é sentir saudade mesmo estando perto, é gostar das brigas, é rir de momentos nervosos. É se sentir bem só de olhar pra pessoa. Paixão é egoísta, é selvagem, é aquela atração carnal, a pessoa pode tá de chinelinha, uma calça jeans e uma babylook, de cabelo amarrado, ela vai continuar perfeita, pode ser pra ir ao shopping ou num restaurante, não interessa. A vaidade consome esses sentimentos, essa mágica, e tudo se torna contrato. Porque geralmente estes namoros “interesseiros” terminam sempre em barganha, nunca tem sexo, mal tem beijo, na verdade beijo é pra sociedade, abraço é pra reputação na balada. Fora dali é algo cru, cinza, sem sal, sem desejo. Por isso sempre há traição em relacionamentos assim, porque a “MÁGICA” do relacionamento, do amor não existe no casal, e eles buscam fora, tanto o homem quanto a mulher, é aquele momento que conhece alguém extrovertido,  simpático, legal que acontece a mágica, mas a vaidade não deixa ela se soltar, porque a pessoa acha que vai perder algo. Mas o “algo” ela NUNCA teve. O que aconteceria na verdade seria um livramento, um passo no “desconhecido” já falado. A felicidade tá lá, na porta dela, e ela não quer abrir mão do que não tem. Mente bitolada é sempre assim.

Odeio pessoa interesseira, porque já passei por isso, já fui “amado” por “interesse” e quando interesse acaba, não há nada. Fui ingênuo algumas vezes, todos são. Mas a vida é assim. Hoje agradeço por ter olhos para o mundo, vejo inveja de longe e falo quando posso, afinal o que desejo nesse mundo não há dinheiro que compre.

Felicidade, liberdade e uma boa xícara de amor.. é tudo que sempre desejo.Já tive um amor assim…e é por isso que não me apego a coisas. Só quem viveu um amor sabe como é. Quem nunca viveu continua seguindo esse caminho interesseiro até quebrar a cara ou morrer vazio. Essa é a verdade NUA e crua. O interesseiro não vai mudar, você também não e eu muito menos. Hoje em dia os critérios de escolha de um “bom Partido(a)” mudam de pessoa pra pessoa. Agora tem que ver qual tipo de pessoa você é.

Eu não tenho tudo que quero, mas Deus já me deu mais do que eu mereço!

Vocês chamam isso de felicidade agora, quero daqui a 5 anos qual antidepressivo você vai estar tomando!

POMPÉIA – A verdadeira Segunda feira!

Imagem

Sou extremamente suspeito para falar sobre filmes, afinal assisto todos que saem. Mas o texto de hoje está relacionado com o SPOILER fodastico: Ninguém sobrevive em Pompéia!!

“Pô Bob, vc falou o filme cara! Vsf! ” e blá blá blá, Galera, é o seguinte, todos os filmes antigos já tem história pré-datada, chega a ser cômico se naõ fosse trágico.
Era Domingo, chuvoso, extremamente frio, e mal acordei, na verdade mal durmi, na verdade durmi mais no ônibus voltando pra minha cidade do que na Cama box que possuo(eu a possuo todas as  noites, as vezes com alguma cia).
Enfim, Cheguei em casa só para matar aquela saudade da Guerreira, a minha Mãe.
Afinal semana que vem é carnaval e fico 2 semanas sem vê-la. Porque?! Provavelmente no outro final de semana termino de pintar a tatuagem…

É meu camarada… morar sozinho, ter que arrumar casa, pagar as contas, andar de busão, gastar o eufrates em eletrodomésticos(cama, mesa banho, foda-se se falei errado.) e o tigres em festas não é brincadeira não.Achei que fazendo 2.6 TURBO, altamente híbrido e destilado poderia mudar alguns conceitos de vida, mas não deixou de ser mais um dia comum.
Já passou do 3º dia e eu nem ressucitei o Simancol ainda… já to no Quarto dia com as mesmas idéias!

Será que mudarei rápido? Quickly?! FAST?! Mas sempre me pergunto: “What The Fox Say?!” quando vejo gente estúpida conversando comigo, porque só escuto :

-“Ding ding ing ding ding”, “waka-waka-waka hoo” vindo dessas criaturas do paleolítico inferior.

Bem meus caros, o nome do post não tem nada haver, minha história é sem nexo algum, Meu time de futebol… é… ah… (não curto futebol), e é isso aí. O que realmente queria falar é que quando chega a uma certa idade, a maturidade bate tão forte na sua CARA, que você percebe que faz TANTA coisa ao mesmo tempo que não fazia antes, que quanto mais velho mais responsabilidade você tem, que parece a digníssima POMPÉIA quando explodiu da noite pro dia e não sobrou nada além do pó. E trazendo isso pro dia a dia, quando o ser humano percebe que tem que amadurecer às vezes é tarde demais.. e o que lhe resta é só o pó, a DEATH, a Morte, a “El muerte”.

Bom dia, boa tarde e boa noite gurizada do Rock Reggae Music.Essa semana vai demorar passar… e espero que o carnaval transceda alguma coisa inútel.

Rap Bürphidei

Imagem

Eram 3 da matina, ventilador batendo forte no canto da Cortina, na verdade era um Blackout, bege, cortado quase ao meio pra não pesar no teto de Gesso do quarto e ficar rente a janela. A lua estava linda, escondida atrás de várias nuvens de cores avermelhadas, eu não cheguei a vê-la, mas com certeza estava um espetáculo. Não tinha estrelas, era um céu nervoso! Todos os céus nervosos são assim, sem estrelas com uma noite bastante fria. Mas Gyn é sempre quente, ventilador tem que estar no duzentos pois no doze não surte efeito mais.

Será que o céu estava nervoso porque era um dia comum? Ou um dia comum se tornou uma data memorável para todos aqueles primogênitos do signo de Peixes? Afinal o primeiro dia de Peixes é um aglomerado de personalidade pisciana saindo de uma personalidade aquariana de últimos dias.
Dizem que peixes é um signo místico, é o signo do desapego, da espiritualidade , dizem até que quem é de peixes, será a última vez que vem ao mundo, porque é a ultima encarnação. Traduzindo:Este é o signo da’ viagem’, colega. E também dizem que o aquariano sempre é o mais diferente ou o mais tranquilo… Ele se antecede as tendências, então tudo que ele disser que é bom ele vai pegar e acredite….vai pegar! São completamente apaixonados por eletrônicos, jogos, computadores , tudo que é futurista e único.

Pô, será que sou o primeiro pisciano viciado em computador, filmes, seriados e eletrônicos!? É…
Não pratico o desapego fácil, acho que nasci na data errada… ou possuo mais de aquário em mim do que de peixes.
Pisciano tem um mundo interno , cheio de fantasias em todos os planos e quando a coisa não tá boa(quase sempre), eles nadam para lá, e não há quem os tire.
Muitos artistas plásticos são piscianos.Muitas pessoas que trabalham com música são piscianos.Trabalhos mais ‘para dnetro’ são perfeitos para eles.
A criatividade deles(minha) é incrível, então criam heróis, situações loucas ,nuvens laranjas, sóis azuis e lagos cor de ouro… È bem lisèrgico. São propensos á depressão também.

Mas não acredito muito em nisso tudo, acredito apenas em boa parte!

E a noite acabou assim, meio com sono, chuvoso, meus 2.6 turbo em um dia chuvoso.. outro dia normal. Primeira vez que não me vi com tanta espectativa em meu nascimento. Será que to ficando velho?

Porque pra mim foi apenas mais um dia…
Estou colocando minhas espectativas no carnaval e espero que não seja igual do ano passado.