Escolhas

fdsaVocê é dono do seu nariz, das suas escolhas, dos seus medos e suas verdades. Vivo em um mundo que não escolhi viver, mas posso escolher como vou conduzir esse caminho.

A jornada não é baseada no que você possui, mas em quem você se torna ao longo do caminho. Eu me vejo como uma pessoa digna de verdades. Faço escolhas com assídua certeza de suas consequências, não porque sou destemido, sim audacioso.

Não podemos deixar o medo de nossas dúvidas dominarem nossas escolhas. A vida é sua, faça o que tenha vontade, de forma justa e sincera. Ninguém viverá sua vida por você. E ninguém lutará suas batalhas por você. Isso é algo pessoal, único e intransferível.

Às vezes nos submetemos a escolhas de terceiros para agradar certas vontades, mas no fim isso não passa de uma procrastinação de suas verdadeiras vontades. Uma hora o véu da máscara cai e pode ser pesado demais o que está por trás dele.

Portanto seja sincero e digno de suas verdades. A vida é muito curta pra você perder tempo com coisas fúteis e infelizes.

Viva, lute pelos seus sonhos, mesmo que isso seja contra a utópica vida perfeita que a sociedade prega.

Sacrifícios são degraus do sucesso. Ninguém se tornou bem sucedido lamentando da vida, reclamando ou sentado no sofá esperando a oportunidade bater na porta.

 

 

Anúncios

O que já fiz

dd.jpgJá acreditei em amores perfeitos,
Já descobri que eles não existem…
Já amei pessoas que me decepcionaram,
Já decepcionei pessoas que me amaram…
Já passei horas na frente do espelho
Tentando descobrir quem sou,
Já tive tanta certeza de mim,
Ao ponto de querer sumir…
Já menti e me arrependi depois,
Já falei a verdade
E também me arrependi…
Já sorri chorando lágrimas de tristeza,
Já chorei de tanto rir…
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena,
Já deixei de acreditar nas que realmente valiam…
Já tive crises de riso quando não podia…
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns,
Outras vezes falei o que não pensava para magoar outros…
Já senti muita falta de alguém,
Já gritei quando deveria calar,
Já calei quando deveria gritar…
Já penas para ver um amigo mais feliz…
Já inventei histórias de final feliz
Para dar esperança a quem precisava…
Já sonhei demais,
Ao ponto de confundir com a realidade…
Já tive medo do escuro,
Hoje no escuro “consigo ver a luz dentro de mim”…
Já caí inúmeras vezes
Achando que não iria me reerguer,
Já me reergui inúmeras vezes
Achando que não cairia mais…
Já corri atrás de um carro,
Por ele levar alguém que eu amava embora.
Já chamei pelo pai no meio da noite
Fugindo de um pesadelo,
Mas ela não apareceu
E foi um pesadelo maior ainda…
Já chamei pessoas próximas de “amigo”
E descobri que não eram;
Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada
E sempre foram e serão especiais para mim…
Não me dêem formulas certas,
Porque eu não espero acertar sempre…
Não espere de mim nada pois sou livre para ser eu mesma.
Porque vou seguir meu coração!…
Não sei amar pela metade,amo a todos igualmente e intensamente.
Não sei viver de mentiras,não espere que eu minta,não aceito mentiras.
Sou sempre eu mesmo.

Prisioneiros internos

esss

Podemos confiar em nós mesmos? Ou devemos deixar os demônios internos se enfrentarem até que sobre somente os mais fortes?
A loucura baseia-se na amplitude da insanidade ou na ausência de insensatez? Bendito àquele que conhece suas verdades e trabalha para ultrapassar suas barreiras.

Viciado em Pó

death

Alfredo não tinha uma vida, comum, nem um salário comum, nem um emprego comum, muito menos uma família comum. Alfredo sentia saudade da juventude, sentia verdade de vontades, sentia juventude na saudade, sentia a nostalgia verdadeira. Alfredo conhecia um pouco de tudo, ao contrário de muitos que conhecem muito de um pouco, ele era um ser sensato e sábio.

Alfredo já teve filho, neto, bisneto, tataraneto. Alfredo já foi pai, avô, bisavô e tataravô. Chega a ser uma redundância, se a vida não desse tantas voltas quanto o mundo dá. Alfredo já viu várias guerras, vivenciou vários amores, saboreou várias vidas, sepultou várias vontades.

Alfredo já viveu inúmeras verdades, já presenciou milhares de mentiras, já criticou certas vontades e já observou muitas vaidades. Alfredo sentia o vento do Norte, do Sul, do Leste e do Oeste, a chuva de inverno, o sol de Verão, a noite mais longa, o dia mais belo, a vida bem vivida e a morte bem sepultada. Às vezes discutia com Miguelito, mas sempre tinha razão.

Alfredo trabalhava incansavelmente, ininterrupto; Eita seu Alfredo, apático e frio. Era assim seu trabalho, seu caminho e suas verdades. Sempre que alguém fechava os olhos, Alfredo estava lá fazendo seu trabalho. Não errava e não faltava um único serviço. Era disciplinado até nas horas impróprias.

E tudo que um dia veio do pó, voltava para ele, e Alfredo tava lá… fazendo sempre seu trabalho. Eita seu Alfredo, o viciado no pó.

 

 

 

Relacionamentos

rrrÉ interessante como a vida nos aborda de forma igualitária e totalmente distinta. Pois bem, há algum tempo não escrevo algo relacionado a minha pessoa, devido à alguns fatores e adversidades que a vida me propôs como também à alguns momentos de felicidade e simplicidade.

Estou ficando velho, em minha concepção, a velhice não necessariamente é sinônimo de maturidade. Mas o texto de hoje está relacionado com “Relacionamentos”. Eu dedico meu tempo pra realizar tarefas e objetivos distintos. Creio que o tempo é algo extremamente precioso e que não podemos perder, de forma alguma, este “tempo”. Tempo pelo qual nos define ao longo da vida, tempo pelo qual molda nosso caráter.

Todo relacionamento que possuí, sou extremamente intenso. Ou seja, quando eu fico com uma garota(sou bem restrito a este ponto, porque gosto de qualidade e não quantidade), tento manter ao máximo esse relacionamento, mesmo que dure alguns meses, dias, ou minutos e porque? Porque eu não sou Deus, eu não sou perfeito e não quero perder tempo. Por isso que quando me relaciono com uma mulher, eu tento extrair o máximo daquele momento, vivê-lo em intensidade e isso não significa que estou AMANDO ou APAIXONADO, muito pelo contrário, paixão e amor são caminhos que se constroem ao longo do tempo, sempre. Não é porque eu fiquei com você, e gosto de conversar com você e gosto de passar momentos do seu lado que significa que estou caindo de amor e amando, mas sim que estou suprindo uma necessidade humana. Da mesma forma que você também precisa suprir isso na vida. O amor verdadeiro começa com o Amor próprio. Se você se amar, você não precisa de outra pessoa pra suprir essa necessidade de sentimento, ela só vai completar a sua jornada.

Veja bem, o tempo é algo precioso e o ser humano perde muito tempo ficando calado, deixando de falar o que gosta, deixando de fazer o que gosta por medo ou receio ou falta de coragem. E este tempo não volta, jamais!

Todos precisamos de interações sociais, de abraço, de beijo, de sexo(precisamente de sexo). Isso faz parte do relacionamento, o tempo que você perde se preocupando com o que pode acontecer ou deixar de acontecer é o mesmo tempo que você ganharia se fizesse o que gosta! Pense nisso!

Não perca tempo na vida, não enrole sua vida, viva o que tenha que viver, aproveite cada segundo. Se for amar, ame, se for transar, transe, se for beijar, beije, mas não perca tempo na sua vida. Tempo é precioso. Eu não perderia tempo com alguém que não pode oferecer e suprir minhas necessidades na mesma proporção que as dela. Isso é futilidade.

A vida seria mais fácil se fôssemos mais diretos com os sentimentos e menos racionais com a sociedade. Não perca tempo, não iluda e muito menos seja falso. A vida é feita de momentos, valorize os seus e faça seus momentos valerem a pena!

Placebo psicológico de nada mais!

abratoEstou aqui realizando uma tarefa necessariamente digna de minha mente. Como penso de forma estritamente aleatório, creio que muitas de minhas verdades são fundamentadas em fatos históricos e, por conseguinte, verídicos.

A maneira como a sociedade se molda baseado em guerras, tratados de paz, filantropias, política e influências religiosas fazem com o que o ser humano se torne osmoticamente fruto deste ciclo. Podemos analisar o mundo de uma maneira simples. Afinal, todos os problemas que possuímos no mundo têm soluções. A diferença é que a humanidade aprecia o desespero, o medo, a incerteza.

Estou pragmático com algumas situações, sendo elas mundiais ou pessoais. Pois todas retornam um censo comum semelhante, a falta de caráter. O caráter por sua vez é o que define sua verdadeira personalidade.

“O ser humano é o que sempre foi e será.” (Minha autoria)

Espero que haja esperança para o mundo, não para mim. Pois esperança é algo para fracassado. Se você chegou no ponto de querer ter “esperança” em algo na sua vida, você está fudido.

Como um amigo me disse uma vez, existem pessoas que acham que o fundo do poço é a única saída e por isso ficam lá. Eles só esquecem que não é só isso! Sempre haverá alguém pra jogar terra em cima. Ou seja, se VOCÊ não fizer NADA pra mudar SUA VIDA, ninguém mais fará!

Acredite, solidariedade é uma coisa, sentir dor e ajudar algumas vezes é outra e nenhuma delas te tira do fundo do poço.

A maneira como mesclo palavras e sentimentos fazem de minha opinião uma rígida estrutura de ações e filosofias distintas. Baseado em como pretendo distingui-las de úteis ou não é o que define minha linha de raciocínio.

“Você não pode ser escravo e ser opinião própria ao mesmo tempo. Sem criatividade, o pensamento é um prisioneiro cerebral.” (Minha autoria)

E você? Vai continuar lamentando da vida até quando morrer? Ou vai fazer algo pra muda-la e se tornar dono de si? Afinal ninguém vence guerra ficando parado.

Mentiras, Superioridade, Falta de caráter, Humildade.

Imagem

“Pelo título dá pra perceber… Nossa quanta Ousadia; tanta coisa ruim, e só Humildade solitária aí no meio, aí vem coisa! É Verdade, dedico esse texto a pessoas que faltam com o respeito, com mentiras, falta de caráter, se sente superior a todo mundo e não conhece a palavra Humildade.

Mentiras não te levam a nada, aliás, levam sim a você ser o menos respeitado no local em que você se encontra, leva a você levar o nome de “mentiroso (a)” em qualquer lugar que você vá. Não ter a confiança de ninguém que está ao seu redor, ou que até mesmo gosta de você.

Superioridade? Você é mais superior do que quem? Até Jesus Cristo, superior a nós todos, foi protagonista do maior ato de humildade de toda a história da humanidade: sacrificou-se para que possamos mostrar que somos o futuro da História, e não pessoas que queremos ser mais do que os outros, menosprezamos quem tem menor condição financeira que nós, pessoas de classes sociais mais baixas, de cores diferentes, de opções sexuais diferente, isso é ser hipócrita!

Falta de caráter? Você consegue viver sem caráter? Sim? Então você é o da pior raça, aquele que falta com o respeito com as pessoas, que não tem Caráter e abre a boca pra dizer: “eu gosto do jeito que sou” Você é o tipo de pessoa que não deveria habitar o mesmo mundo das pessoas boas que conseguem fazer desse mundo obscuro um mundo onde há luz se sobrepõe sobre a escuridão.

Humildade? Essa sim é a chave da vida. Pra tudo na vida temos que colocar a humildade em primeiro lugar, saber que nada está perdido ou até mesmo que nada foi vencido; saber quando se está errado, souber concertar, conseguir fazer as pessoas felizes com o SEU próprio jeito, e não usar um estereótipo pseudônimo pra fazer pessoas felizes. Quem gosta de você te completa, jamais te leva pra baixo e diminui suas esperanças de realizar o seu maior sonho. Porque ser humilde e estar errado, chegar em meio da multidão e dizer: Eu amo você, me perdoe!”

                                                                                            (Caio Felippe.)