Rap do Teclado(horas vagas)

Imagem

Dois, 3 quadro é o Rap do Teclado
quatro, cinco e Seis
Eu vou cantar pra vocês.

Havia um senhor, meio doutor, trabalhador
Que vivia do suor, daquele menor ouvindo belchior,

Tum tum tá, tum tum tá
Esta é a batida que não é do Pará
Mas esbarro no sinal e ouço: “O quê rapá?!”
Blá blá blá etc e tal mas deixa como está!

Ser e estar, eis a diferença
Valores e amores relativos a crença
Verdades e mentiras e até uma bença
Aos olhos de quem não vê, acredita e descrença.

Mas a vida é muito boa, doa, doa o que doer
Vim pra fazer diferença, vim pra renascer
Às vezes VIVO sem medo de morrer
Mas Sem amor de Deus o que vai prevalecer?

Doa doa.. doa a quem doer…
Fiz a minha escolha e vá se fuder.

Autoria: Mim, eu mesmo e Eu.

Anúncios

Ensinando minha mãe a mexer no note

Imagem

Mãe, clica aqui,

Não mãe, tem que usar o mouse!

é uai, o mouse do desktop é esse pedacinho quadrado aí do notebook!
Não mãe! é só o quadradinho… mesmo ele sendo da cor do resto do notebook!

É.. passa o dedo que vai sentir a diferença de superfície.

Isso. pera ai, botão direito é esse botãozinho aqui…

Não mãe, esse é o espaço!

Pera aí, deixa que eu faço pra você….