Cuidado, insones! Neurociência explica como a falta de sono pode até matar

Image

Quanto conhecemos sobre o sono? É sabido que essa é uma das atividades que os seres humanos mais fazem em sua existência: se você viver até os 90 anos, certamente vai gastar cerca de 32 deles dormindo. O sono é tão vital para nós como nos alimentar ou beber água. Sendo assim, a privação dessa atividade também pode nos matar.

E o sono não é uma exclusividade dos humanos, pois dividimos essa atividade com a maioria das espécies, desde outros mamíferos até insetos ou répteis. Atualmente, os cientistas do sono têm entrado em desacordos épicos sobre a serventia do sono. Alguns sugerem que dormir é essencial para a memória, enquanto outros afirmam que o sono funciona como uma limpeza do cérebro.

No entanto, o que é mais certo de se afirmar neste mundo caótico de hoje em dia é que estamos dormindo cada vez menos e, quando conseguimos, temos um sono de pior qualidade do que dos nossos avós tinham antigamente.

Caos

A correria do dia a dia, compromissos sem fim, álcool, nicotina, remédios, uso de eletrônicos, preocupações e toda a loucura atual estão impedindo-nos de ter um sono mais saudável, que é essencial para o funcionamento do cérebro.

E o que toda essa falta de sono de qualidade pode causar? Segundo um artigo no site Fast Company, dormir mal (ou não dormir quase nada) pode causar falta de atenção e de concentração, falha na tomada de decisões, além de deixar as pessoas menos confiáveis. De acordo com o artigo, a falta de sono pode até matar.

Fonte da imagem: Shutterstock

Isso porque todas as nossas atividades e o comportamento “multitarefa” aniquilam a nossa capacidade de filtrar informações irrelevantes, como explicou Michael Chee, pesquisador do sono na Universidade Nacional de Cingapura. Em um de seus experimentos, Chee convidou voluntários para participar de uma tarefa simples: apertar um botão quando uma luz piscava. Para as pessoas que dormiam mal, até essa atividade fácil se tornava falha.

O artigo do Fast Company, baseado também em pesquisas divulgadas no The Telegraph, afirma que a falta de sono pode até estar ligada a grandes acidentes como o de Chernobyl e ao recente descarrilamento de trem em Nova York.

Quando se trata de acidentes de carro então, a falta de sono é uma das principais causas. “O perigo disso é quando acontece com quem está dirigindo ou monitora informações. O cérebro acaba ‘sintonizado’ na hora errada”, afirma Chee. E não é só isso: a falta de sono pode levar ao aparecimento de doenças cardíacas, neurológicas e baixa imunidade.

Qual a quantidade ideal?

Os pesquisadores sugerem que precisamos mesmo daquelas oito horinhas de sono por noite. De acordo com os dados divulgados, os norte-americanos dormem cerca de seis horas por noite, em média, embora passem sete horas e meia deitados.

Se você sofre de insônia ou qualquer outro distúrbio relacionado ao sono, procure um especialista da área para resolver o seu problema.

Observe também a sua rotina diária: se está acima do peso, se faz exercícios regularmente, se se alimenta bem ou não, se bebe ou fuma. Tente levar uma vida mais saudável para dormir bem. Muitas vezes, com algumas pequenas mudanças durante o dia, o seu sono pode ser muito melhor e mais reparador. Quanto conhecemos sobre o sono? É sabido que essa é uma das atividades que os seres humanos mais fazem em sua existência: se você viver até os 90 anos, certamente vai gastar cerca de 32 deles dormindo. O sono é tão vital para nós como nos alimentar ou beber água. Sendo assim, a privação dessa atividade também pode nos matar.

E o sono não é uma exclusividade dos humanos, pois dividimos essa atividade com a maioria das espécies, desde outros mamíferos até insetos ou répteis. Atualmente, os cientistas do sono têm entrado em desacordos épicos sobre a serventia do sono. Alguns sugerem que dormir é essencial para a memória, enquanto outros afirmam que o sono funciona como uma limpeza do cérebro.

No entanto, o que é mais certo de se afirmar neste mundo caótico de hoje em dia é que estamos dormindo cada vez menos e, quando conseguimos, temos um sono de pior qualidade do que dos nossos avós tinham antigamente.

Anúncios

5 motivos para você não sair da cama

Imagem

1 – O colchão é muito BOM! Principalmente quando você está pregado de sono! Ele acaba de se tornando um mar de plazer e relaxamento mega ultra power!

2 – Sabe aquela sensação de moleza que você tem quando acaba de abrir os olhos, aquela vontade master de nunca mais querer levantar? Pois bem, isso tem um nome, se chama falta de DOPAMINA. Quando acordamos, não liberamos dopamina pois o corpo encontra-se em estado de respouso prolongado, daí vem aquela expressão: “Pô, o cara dormiu e ainda ta com sono!”. ou seja, é bom demais!!!

3 – A principal razão para se dormir na escuridão é o aumento dos níveis de melatonina, um hormônio essencial para a regulação do sono e suas consequentes melhorias no organismo. E ele é liberado no corpo de acordo com a luminosidade do ambiente em que a pessoa está dormindo. Quanto mais escuro, melhor o sono, se estiver em uma boa cia então… se é que você me entende.

4 – Sabe aquele dia que você tem que trabalhar, e você acorda com tanto sono, com uma vontade mórbida de jamais querer levantar, parece que o sono está incompleto? Então! Ele ESTÁ INCOMPLETO!  Volte pra cama e DURMA! Essa é uma das melhoras sensações que se pode ter na vida, estudos relatam que isto é característica  de um “Sonho de Anjo”. Ou seja, você pode até perder o dia de trabalho ou escola, mas terá uma das melhores manhãs de sono da sua vida!

5 – Paralisia do Sono é uma condição caracterizada por uma paralisia temporária do corpo imediatamente após o despertar ou, com menos freqüência, imediatamente antes de adormecer. Fisiologicamente, ela é diretamente relacionada à paralisia que ocorre como uma parte natural do sono REM, a qual é conhecida como atonia REM. A paralisia do sono ocorre quando o cérebro acorda de um estado REM, mas a paralisia corporal persiste. Isto deixa a pessoa perfeitamente consciente, mas incapaz de se mover. Além disso, o estado pode ser acompanhado por alucinações hipnagógicas. Com frequência, a paralisia do sono é vista pela pessoa afligida como nada mais do que um sonho. Isto explica muitos relatos de sonhos nos quais as pessoas se vêem deitadas na cama e incapazes de se mover. As alucinações que podem acompanhar a paralisia do sono tornam mais provável que as pessoas que sofram do problema acreditem que tudo não passou de um sonho, já que objetos completamente fantasiosos podem aparecer no quarto em meio a objetos normais. Alguns cientistas acreditam que este fenômeno está por trás de muitos relatos de abduções alienígenas e encontros com fantasmas. E é claro, o bicho papão existe! Então não saia da cama com o pé esquerdo NUNCA, pois ele pode te pegar debaixo da cama. Aí é complicado.. já existe vários relatos que o Governo ocultou esta informação, mas É VER-DA-DE! Ou pode ser um gray fazendo algum experimento alienígena contigo conforme anteriormente.

Mas resumindo, durmir é algo fundamental, o mínimo para uma boa noite de Sono é 8 horas bem durmidas, não precisa mais que isso, nem menos, 8 é ideal. Além do mais, quando você acorda cedo, o seu dia rende mais, você fica mais feliz.

Pense nisso! Durmir é saúde!