Meu, tão somente…

lindinha

O sinônimo da vida

Sabor imensurável
Exaltando sua beleza
Unicamente singular

A sintonia perfeita
Meu momento de sentir
Ouvindo e vivendo
Razões definidas

É assim que saboreio você

Momentos inesquecíveis
Entram em meu infinito
Ultimos suspiros nostálgicos

 

Anúncios

Castelo de Areia

ffffSaudade é a vontade de apertar aquilo que queremos. É acordar sem dormir direito, é beber café pensando em chocolate. Invento palavras e jogo-as ao vento, penso no que deveria dizer, mas falo o que não devo pensar. Porque tudo passa, tudo transforma. Eu, você, o dogão da esquina, a brisa do mar, são sinônimos do verbo existir. Cadê a bendita vogal que falta na frase do viver?

Penso que sentir falta não é o mesmo que sentir saudade. Saudade é sincero, é puro. Vivemos a carência do amor, hoje em dia é quase impossível ver alguém amando, TODOS estão se apegando. O apego substituiu o amor há décadas. Hoje transmutam ciúme, desconfiança, materialismo e dizem que isso é “amor”.

Quem dera ou pudera voltar naquele instante que enfatizei e energizei toda a felicidade em um só momento, aquela felicidade sadia, a que nasceu da virtude só pra poder eternizá-la. Se pudesse fazer um único desejo, eu solicitaria a felicidade suprema, porque é dela que emana a simplicidade, o amor e o afeto. É através dela que o ser transcende barreiras e encontra a paz interior.

Vejo pessoas brigando por coisas fúteis, vejo pessoas vendo prazer em coisas materiais, o “tesão” é dinheiro, mas esse prazer sempre acaba, sempre e depois elas não sabem porque são infelizes, na verdade nunca sabem.

Sinto falta do cheiro da terra, do gosto das pessoas, não aquele gosto qualquer, mas aquele singelo, simples, humilde. Minuciosamente eu vou construindo essa fortaleza do tédio, e vendo o mundo afora, uma hora ela explode, uma hora ela vira, e quem sabe em algum dia, floresça vida, verdade e felicidade nessa terra de gigantes.(Um salve ao Engenheiros).

Saudades

Imagem

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades…

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei…

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser…

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro…

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser…

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências…

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que…
não sei onde…
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi…

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês…
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados…
para contar dinheiro… fazer amor…
declarar sentimentos fortes…
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
“I miss you”
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades…
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência…
(Clarice Lispector)

Definições

ImagemSaudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo e não consegue.

Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta
um capítulo.

Angústia é um nó muito apertado bem no meio do sossego.

Preocupação é uma cola que não deixa o que ainda não aconteceu sair de seu pensamento.

Indecisão é quando você sabe muito bem o que quer mas acha que devia querer outra coisa.

Certeza é quando a idéia cansa de procurar e pára.

Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido.

Pressentimento é quando passa em você o trailer de um filme que pode ser que nem exista.

Vergonha é um pano preto que você quer pra se cobrir naquela hora.

Ansiedade é quando sempre faltam muitos minutos para o que quer que seja.

Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.

Sentimento é a língua que o coração usa quando precisa mandar algum recado.

Raiva é quando o cachorro que mora em você mostra os dentes.

Tristeza é uma mão gigante que aperta seu coração.

Felicidade é um agora que não tem pressa nenhuma.

Amizade é quando você não faz questão de você e se empresta pros outros.

Culpa é quando você cisma que podia ter feito diferente mas, geralmente, não podia.

Lucidez é um acesso de loucura ao contrário.

Razão é quando o cuidado aproveita que a emoção está dormindo e assume o mandato.

Vontade é um desejo que cisma que você é a casa dele.

Paixão é quando apesar da palavra ¨perigo¨ o desejo chega e entra.

Amor é quando a paixão não tem outro compromisso marcado.
Não… Amor é um exagero… também não.
Um dilúvio, um mundaréu, uma insanidade, um destempero, um despropósito, um descontrole, uma necessidade, um desapego?

Talvez porque não tenha sentido, talvez porque não tenha explicação,
Esse negócio de amor, não sei explicar.

(Adriana Falcão)

Uma simples reflexão…

Imagem

Às vezes nos deparamos com situações inusitadas na vida, às vezes ao menor sinal nos sentimos culpados por aquele momento que você deixou facultar com seus entes queridos. É estranho como o destino gera um caminho tão incerto e ao mesmo tempo mágico em que você não sabe o Real motivo para que aquilo esteja acontecendo.
Às vezes sentir apatia é algo normal, mas entre esses momentos apáticos ou não, paira um sentimento de culpa de não ter aproveitado o tempo como deveria. Mesmo porque creio eu, que o tempo é algo valioso… perdê-lo significa desonrar sua vida na terra. E quando junta tudo isso com aquele momento que o destino traçou… aí o caboco desorienta.

O pior de tudo é você ter nostalgia de momentos que não foram bons, e quando para pra repensar as escolhas que fez durante esta jornada, percebe que dentre tantas escolhas, salva algumas, quase nada. E então você começa a pensar que ter 1/4 de século MAL vivido te torna uma pessoa despresível, flexível e sem personalidade. E quando você recebe uma notícia familiar que lhe deixa preocupado, apesar de não demonstrar mas no fundo faz você repensar tudo que viveu, sentiu e respirou.

E fica aquela pequena pergunta vagando pelo ar de forma sutil e singela…: Existe salvação pra tudo isso?

De onde vem a força de vontade, e como ela acontece?

Saudade

Imagem

Por que sinto falta de você? Por que está saudade?
Eu não te vejo mas imagino suas expressões, sua voz teu cheiro. Sua amizade me faz sonhar com um carinho, um caminhar, a luz da lua, a beira mar.
Saudade este sentimento de vazio que me tira o sono me fazendo sentir num triste abandono, é amizade eu sei, será amor talvez…

Só não quero perder sua amizade, esta amizade…

Que me fortalece me enobrece por ter você.

Saudade de ocê

Imagem

Não se admire se um dia, um beija-flor invadir a porta da tua casa te der um beijo e partir,  fui eu que mandei o beijo, que é pra matar meu desejo, faz tempo que eu não te vejo, ai que saudade de ocê….

Se um dia ocê se lembrar… escreva uma carta pra mim, bote logo no correio com frases dizendo assim: “Faz tempo que eu não te vejo, quero matar meu desejo, te mando um monte de beijo, ai que saudade sem fim…”

E se quiser recordar aquele nosso namoro, quando eu ia viajar cocê caia no choro, vou chorando pela estrada mas, o que eu posso fazer ? Trabalhar é minha sina, eu gosto mesmo é de ocê…

(Geraldo Azevedo)