Más e mais palavras!

Imagem

Porque a vaidade sobe na vida?
Enquanto o orgulho gera revolta
A inveja pega um bonde de ida
A soberba pega um bonde de volta

A inocência se perde em um olhar
A solidão se torna um andarilho
O interesse vira um par
A raiva fica na ponta do gatilho

É interessante como o mundo está
Vários pessoas são fáceis de comprar
Um tiro no destino do ser e estar,
Suas escolhas definem o caminho a vagar.

E a soberba sobe na cabeça
Um teatro bem feito deixa a desejar
Se tudo aquilo é ironia e falsidade?
Pois a vaidade tem duas faces a falar.
O veneno afeta qualquer idade.

Depois falam que não existem artitas
Princeton não é “A” escola
Hogwarts também não É!
A verdade está na frente dos olhos
Daqueles que veem o que quer!

Porque qualquer atitude muda o destino…
Kremlin de Moscovo é magnífica
A falsidade no sangue é lípido
Lapidado na alma de um facista!

“Hurensohn!” Alemães dizem de judeus
E se julgavam os melhores do mundo
Hoje, a vergonha domina no seu apogeu
Porque Hitler deixou um legado vergonhoso
De um mundo metido, sujo e grosso

E a vaidade denovo acabou com um império
Porque hitler achava que era “esperto”
E o que lhe sobrou? O Inferno!
E o conceito de Amor não era NADA Materno!

Tão pouco falo da rússia
Bélgica, “London” e França
Foram épocas de guerras estúpidas!
Alimentadas por ódio e ganância

Um fim triste, cinza e imoral
Pra todos aqueles fiéis
Que sofreram em uma época Nazista
E Hitler era um mero mortal.

Aí lhe pergunto a respeito
A quão maldade o ser humano possui
Que cobre o amor em seu peito
E nas veias o ódio flui.

A vaidade passa de passagem
Igual o símbolo da morte
Que busca a alma em uma viagem
e vai pro céu, se tiver sorte.

Em um contexto de mundo atual
Fale sempre a verdade e não a prive
Porque todo mundo vai descer o pau
Mas não me importo, o CHORO É LIVRE!

Anúncios

Desce a Letra

ImagemHoje eu percebi (não que eu já não tivesse percebido antes) que quase tudo que desejo é fútil. Veja bem, desejo ser o campeão de DOTA 2(um jogo fútil, mas muito bom), mas no mesmo momento quero ser polícia Federal, Auditor Fiscal, Astronauta, bilíngue, viajar pelo mundo, um historiador, um Ator pornô, um viajante do tempo, GOKU, Super man, o homem invisível, advogado, Juiz ou Policia Rodoviária Federal, e quando não penso em nada demais, me dá vontade ser Bombeiro, aí lembro do TAF que segue o militarismo, como ODEIO o militarismo, já descarto esta hipótese, ai  vejo as contas do mês apertando, tudo ficando caro novamente, ai esqueço do militarismo. Aí assisto um filme de ação, ai pretendo ser Ator, mas depois percebo que pra ser ator, tem que estudar teatro, teatro tem muitos artistas, mas dá muito viado também, eu não sou fã de viado, não que eu tenho algo contra, muito pelo contrário, respeito totalmente, mas prefiro mulheres em bando na minha cia. Aí percebo que o filme acabou, vou ver a vida do ator no Wikipédia, vejo que ele é um drogado, bilionário mas drogado, passou por 4 divórcios não tem mais onde enfiar o dinheiro(alguns socam até no C*), ai vejo que dinheiro não trás toda a felicidade, mas compra a maioria dela.Imagem

Tenho que tomar banho pra ir trabalhar, tenho que acordar cedo(odeio acordar cedo), ai tento dormir até mais tarde(odeio acordar TARDE!! PQP!!!), ai fico puto da vida, e vejo todos os meus colegas dando bem na vida, ai vou almoçar. Estou fazendo dieta(dieta da massa, tudo é MASSA eu como!) aí quando percebo comi mais que o normal, 1 quilo e 200 gramas numa segunda feira, ai fico querendo emagrecer, mas não paro de comer. OBS: não estou gordo, só estou com aquele lobozinho de cerveja, pequeno, mas notável). Começo a fazer exercício em casa, ai não é suficiente, a vida do vizinho sempre é mais verde, isso é verdade, porque o vizinho fez escolhas diferentes na vida, tudo é mil e uma maravilhas, a família apoia, os irmãos apoiam, mas quando isso NÃO acontece com você, você é vagabundo, você é o preguiçoso, você tenta passar na porra de um concurso, mas tem que dividir seu tempo em salário pequeno, trabalho, afazeres de casa, mas VC continua sendo o vagabundo, você é o que trabalha desde os 15 anos, tudo que você tem, TUDO que tem foi você que construiu sozinho, Mas ninguém vê esse lado, nunca veem este lado, você continua sendo o vagabundo, mas o irmão que só estudou a vida inteira, é o “esforçado”, nunca pegou em um trabalho na vida, mas é o “esforçado”. Mas você é o vagabundo. O zé ruela da vida.

A verdade é que NINGUÉM falou nada, isso é TUDO coisa da minha cabeça, porque sou o problemático, o rapaz viciado em festa, viciado em computador. Ai começo a namorar, a menina me trai, e eu sou o cafajeste, o que não liga, o que não importa, mas o Termo “corno” fica sumido, então não namoro fácil mais, ai eu sou o difícil, o metido, o que “escolhe demais”. Quando você começa a fazer algo bacana, ou acha que está fazendo algo bom, você sempre recebe os mesmos comentários doces: – Você é burro cara, vc tem que se fuder.”, “Você não é ninguém”. E quando a Tireoide começa a falhar e a falta do hormônio bate na cabeça, como que faz com  uma situação dessas? Quando vem tudo à tona?

Conto pra algum amigo um fato que aconteceu no serviço, ai ele é parente de alguém de dentro, ai eu sou o fofoqueiro, o metido, o gordinho. Mas o fofoqueiro foi o cara, o que não guarda segredo foi o ciclano, O fato distorce o que era Crocodilo vira “Cocô de Grilo” do fulano, mas a culpa tarde sobre a cabeça do menor.

Ai viajo pra um caldas country, gasto rios de dinheiro, não da nada certo, não pego ninguém, ai às que chegam em você já beijou 14, ai você recusa e fica com impressão de Gay, de fresco, Mas ninguém vê que por eu querer escolher entre uma de beijou 14 e uma que não beijou ninguém, eu sou o fresco escolhedor. Ai na virada do ano não tenho férias, não consigo ganhar alguns dias, ai passo a virada numa festa boa, muito boa por sinal, me ocupei com algumas futuras esposas, mas sem a “perspectiva” de 2014 chegando. Ai penso que o ano será diferente, que as pessoas vão mudar, mas quando chego aos lugares, às mesmas pessoas continuam interesseiras, as mesmas pessoas continuam falsas, as mesmas pessoas continuam sendo mesmas. Acho que vou mudar de lugar já que de mundo é difícil.

Mas você que mudou é o diferente, é o que não se “adapta” a nada. É o perigo iminente. Ai você sai, chuta o pau da barraca, manda o mundo se fuder, e segue seus princípios, porque uma vida de merda acumulada à 25 anos de muito desgosto, raiva e angústia não é nada comparado com uma explosão atômica. Mas você continua sendo o diferente, o perigo iminente, só que agora com consciência disso. Mas como eu disse antes, é tudo coisa da minha cabeça, devo estar delirando. Apenas desci a letra.