Tudo ou nada

soundCerta vez viajei pelas entranhas de meu mundo e percebi várias metáforas que faziam sentido e várias verdades que não. Ao primeiro momento entrei em estado de choque aclamado por conseguinte de uma suave sensação de gelo na cabeça(aquela dor insuportável que você adquire ao saciar-se se algo EXTREMAMENTE gelado e por alguns meros segundos seu cérebro CONGELA. PS: É sério, ele para de funcionar alguns segundos, ou seja, vc tecnicamente ja morreu varias vezes! Pense nisso.)
Ao abrir o livro de minhas memórias pude constatar que está faltando várias páginas interessantes, ou supostamente parecido com isso. Percebo que já não sou mais criança, apesar de não possuir os meus tão sonhados 2m, me contento com meus 87,3% deste pódio. Já me perdi milhares de vezes dentro de mim mesmo, e me achei poucas vezes. Acho que a vida é feita de momentos e esses momentos são quando você se acha…
Demorei pra entender(e ainda não entendo muito) que o cérebro humano é ligado à várias dimensões. Catalogado e totalmente aleatório. Chega ser cômico se não fosse baseado em fatos reais. Digo fatos porque você não é o primeiro e nem será o último a ter um cérebro. E cá entre nós, deixando esse papo nas entrelinhas, somos  quase nada de um quase tudo. Temos na ponta da mão TODA a Galáxia e ao mesmo tempo não sabemos o que fazer com praticamente quase tudo. Resumindo em outras palavras menos árduas e sinistras, somos donos do livre arbítrio, mas não somos donos de nossas verdades… Isso é VIDA! Isso é PSICOLOGIA!
Você pode ser quem você quiser! opa! Mentira! A verdade é que você pode tentar ser quem você quiser, mas na maioria das vezes isso não acontece. Por que? Porque no fundo do fundo do mais profundo senso comum de sua mente mediana, o que você quer de verdade não existe, é apenas um pensamento ligeiramente passageiro que se petrifica com a maturidade.

Nooooooooooossswaaa! Chega deu secura na boca de TANTO escrever. Não fez sentido? Como não? A primeira escrita vem na mente. Ou você acha que as palavras simplesmente saem sem nexo algum? Bem… às vezes sim, mas todas vieram de um único lugar, sua mente. Pensar cansa. Cansa muito. Ele é enrugado e dividido como uma noz gigante. Sim minha gente, estou falando do Cérebro! E tudo se baseia no autoconhecimento, você precisa primeiramente se conhecer, se permitir pra poder tentar viver.

Falando em Religião, uma delas que mais se destacou sobre o estudo da mente foi o Budismo. Mas também não podemos deixar a psicologia de fora deste ramo. Vou ser prático. A busca pelo conhecimento de si e a abordagem holística do ser humano e do mundo são apenas alguns dos aspectos comuns entre psicanálise e budismo. Que pode haver em comum entre uma tradição religiosa de 25 séculos nascida na Índia uma sociedade de castas altamente hierarquizada e marcada pela visão holística do mundo e uma prática clínica inventada na Europa há pouco mais de 100 anos, surgida como expressão de uma cultura laica, racional e individualista. Se prestarmos atenção aos percursos históricos, aos vocabulários, a práticas e rituais e a certos objetivos específicos desses dois campos, podemos ver budismo e psicanálise como universos MUUUUUUUUUUITO distintos: de um lado espiritualidade, contemplação e desapego ao eu, de outro teorias leigas, dispositivos clínicos e uma prática voltada para a ampliação da capacidade normativa do sujeito. No entanto, um olhar mais atento perceberá que por trás das aparentes diferenças há algumas afinidades muito importantes. Podemos citar pelo menos quatro.

O ponto de partida na experiência: tanto o budismo quanto a psicanálise partem da descrição e compreensão da experiência para desvelar a Natureza , o funcionamento do eu e para encontrar formas mais interessantes de lidar com os problemas. Aí se percebe um colorido fenomenológico comum a ambas as tradições porque seu centro (o que está sempre em questão, sendo observado e descrito) não é uma suposta natureza objetiva, acabada e independente é a experiência de si, do mundo, das relações com os outros, o modo como vivenciamos e interagimos com esses fenômenos.  Ou seja, poderia até chamar de destino, mas em outras palavras, um corpo e mente sã em perfeita harmonia com o universo faz a vida continuar.

Anúncios

Faltou Sal.

epaE foi assim, acordando meio troncho que me deparei com aquela vista espetacular. Era um dia radiante, cheio de vida, o vento entrelaçando as poucas barbas de quase nada que eu possuía em minha escultural face. Ao abrir a Janela me deparei com aquela brisa, cintilante e gostosa, tipo a capa da playboy deste mês.

Ao olhar a escrivaninha, percebi que tinha várias cartas, alguns rabiscos, outros recortes de revistas e não me lembro de tê-los adquiridos. Era uma cabana bonita. Eu falei que era cabana? Não não, estava mais pra um Apêzim a beira do mar, porque eu conseguia ver a areia, chamei de apê porque eu descia uma escada na parte de trás  que me dava acesso a uma guarita de vidro de frente pra Rua. Parecia mais um duplex, ou talvez uma casa, fodasse (irrelevante agora).

Como a vida é estranha não? Uma hora você está na praia, curtindo o Verão, 40 graus tipo Rio, mas aquela maresia de Guarulhos, vendo aquele esgoto desabrochando odores agradáveis ao mar. Aí a criança não sabe o que é, pergunta ao pai, e o cara meio burro fala que é “encontro das Águas”, tipo aquele shopping da Capital, só que não é ele. Ou as vezes pode ser, meio sujo pá porra. Falando em pá, certa vez uma guria me chamou de Feipa, e pior que ela era gata viu.

Até perguntei o que seria isso, o tal do “FEIPA” e ela me respondeu sorrindo: Significa Fei pá porra (Feio pra porra), a gente riu várias vezes, e eu mentalmente quis dar 32 tiros na cara dela. Mas a vontade passou. Sou da paz, tipo Nelson Mandela com cara de Morgan Freeman, mas no estilo Charlie Brown!
Queria ter conhecido Fukushima, diziam que tinha um dos melhores doces de chocolate japoneses, aqueles que vc vê em padaria, chamado de “bomba” heuHEUhueUEuhe, entendeu a piada? Não? Fodasse.

Já sei!!! Às vezes escuto em minha mente algo assim: “Você é ridículo”, “Para com isso”, “São 200 reais amor”, acho que estou com fome, isso é sinal de fome, tenho quase certeza. I’m pretty sure! I guess… whatever.

Ahhhhhhhhhhhh tá, voltando ao assunto, então é isso aí, praia bonita, vento quente, cheiro do café, acho que vou fazer um macarrão com Bacon já que estou com Sono.

Ciao.