Dom Quixote

dom

Muito prazer, meu nome é otário
Vindo de outros tempos, mas sempre no horário
Peixe fora d’água, borboletas no aquário
Muito prazer, meu nome é otário
Na ponta dos cascos e fora do páreo
Puro sangue, puxando carroça

Um prazer cada vez mais raro
Aerodinâmica num tanque de guerra
Vaidades que a terra um dia há de comer
Ás de Espadas fora do baralho
Grandes negócios, pequeno empresário
Muito prazer, me chamam de otário

Por amor às causas perdidas
Tudo bem, até pode ser
Que os dragões sejam moinhos de vento
Tudo bem, seja o que for
Seja por amor às causas perdidas

Por amor às causas perdidas
Tudo bem, até pode ser
Que os dragões sejam moinhos de vento
Muito prazer, ao seu dispor
Se for por amor às causas perdidas
Por amor às causas perdidas

Anúncios

Boa Sorte/ Good Luck (Vanessa da Mata)

Gostei dessa música, espero que gostem também!

Imagem
“É só isso
Não tem mais jeito
Acabou, boa sorte

Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará

Tudo o que quer me dar
É demais
É pesado
Não há paz

Tudo o que quer de mim
Irreais
Expectativas
Desleais

That’s it
There’s no way
It’s over, good luck

I’ve nothing left to say
It’s only words
And what l feel
Won’t change

Tudo o que quer me dar / Everything you want to give me
É demais / It’s too much
É pesado / It’s heavy
Não há paz / There is no peace

Tudo o que quer de mim / All you want from me
Irreais / Isn’t real
Expectativas / Expectations
Desleais

Mesmo se segure
Quero que se cure
Dessa pessoa
Que o aconselha

Há um desencontro
Veja por esse ponto
Há tantas pessoas especiais

Now even if you hold yourself
I want you to get cured
From this person
Who advises you

There is a disconnection
See through this point of view
There are so many special
People in the world
So many special
People in the world
In the world
All you want
All you want

Tudo o que quer me dar / Everything you want to give me
É demais / It’s too much
É pesado / It’s heavy
Não há paz / There’s no peace

Tudo o que quer de mim / All you want from me
Irreais / Isn’t real
Expectativas / That expectations
Desleais

Now we’re falling
Falling, falling
Falling into the night
Into the night
Falling, falling, falling
Falling into the night

Now we’re falling
Falling, falling
Falling into the night
Into the night
Falling, falling, falling
Falling into the night ”

(Vanessa da Mata e Não sei o que lá).

Saudade de ocê

Imagem

Não se admire se um dia, um beija-flor invadir a porta da tua casa te der um beijo e partir,  fui eu que mandei o beijo, que é pra matar meu desejo, faz tempo que eu não te vejo, ai que saudade de ocê….

Se um dia ocê se lembrar… escreva uma carta pra mim, bote logo no correio com frases dizendo assim: “Faz tempo que eu não te vejo, quero matar meu desejo, te mando um monte de beijo, ai que saudade sem fim…”

E se quiser recordar aquele nosso namoro, quando eu ia viajar cocê caia no choro, vou chorando pela estrada mas, o que eu posso fazer ? Trabalhar é minha sina, eu gosto mesmo é de ocê…

(Geraldo Azevedo)