Ó coisa Linda

topadsfsad

Minha vida volta pra te ver
o que sinto por você
nada mais é do que prazer
no amor que tenho procê

O sentimento paira sobre vós
Na incerteza que um dia nós
vamos sobreviver ao infinito
que verdades e loucuras que mito.

Fantástica é a palavra que posso lhe dizer
Linda é o sabor que vou lhe descrever
Minha é pronome possessivo de meu ser
Para tudo aquilo que não consigo descrever

Olho nos seus olhos e vejo a pureza
de tudo aquilo que antes era incerteza
Agora se concretiza, esculpida na beleza
E uso meu arco, no coração mirar com destreza

E Assim segue o bonde, que não é do tigrão
mas é uma sinfonia cheia de gratidão
com bolo, salgadinho, doce e balão
Que enfeitam a festa que tenho no coração

Sabedoria

poetry“É sábio quem tem em si tudo que leva à felicidade.”

Faltou Sal.

epaE foi assim, acordando meio troncho que me deparei com aquela vista espetacular. Era um dia radiante, cheio de vida, o vento entrelaçando as poucas barbas de quase nada que eu possuía em minha escultural face. Ao abrir a Janela me deparei com aquela brisa, cintilante e gostosa, tipo a capa da playboy deste mês.

Ao olhar a escrivaninha, percebi que tinha várias cartas, alguns rabiscos, outros recortes de revistas e não me lembro de tê-los adquiridos. Era uma cabana bonita. Eu falei que era cabana? Não não, estava mais pra um Apêzim a beira do mar, porque eu conseguia ver a areia, chamei de apê porque eu descia uma escada na parte de trás  que me dava acesso a uma guarita de vidro de frente pra Rua. Parecia mais um duplex, ou talvez uma casa, fodasse (irrelevante agora).

Como a vida é estranha não? Uma hora você está na praia, curtindo o Verão, 40 graus tipo Rio, mas aquela maresia de Guarulhos, vendo aquele esgoto desabrochando odores agradáveis ao mar. Aí a criança não sabe o que é, pergunta ao pai, e o cara meio burro fala que é “encontro das Águas”, tipo aquele shopping da Capital, só que não é ele. Ou as vezes pode ser, meio sujo pá porra. Falando em pá, certa vez uma guria me chamou de Feipa, e pior que ela era gata viu.

Até perguntei o que seria isso, o tal do “FEIPA” e ela me respondeu sorrindo: Significa Fei pá porra (Feio pra porra), a gente riu várias vezes, e eu mentalmente quis dar 32 tiros na cara dela. Mas a vontade passou. Sou da paz, tipo Nelson Mandela com cara de Morgan Freeman, mas no estilo Charlie Brown!
Queria ter conhecido Fukushima, diziam que tinha um dos melhores doces de chocolate japoneses, aqueles que vc vê em padaria, chamado de “bomba” heuHEUhueUEuhe, entendeu a piada? Não? Fodasse.

Já sei!!! Às vezes escuto em minha mente algo assim: “Você é ridículo”, “Para com isso”, “São 200 reais amor”, acho que estou com fome, isso é sinal de fome, tenho quase certeza. I’m pretty sure! I guess… whatever.

Ahhhhhhhhhhhh tá, voltando ao assunto, então é isso aí, praia bonita, vento quente, cheiro do café, acho que vou fazer um macarrão com Bacon já que estou com Sono.

Ciao.

Rap Bürphidei

Imagem

Eram 3 da matina, ventilador batendo forte no canto da Cortina, na verdade era um Blackout, bege, cortado quase ao meio pra não pesar no teto de Gesso do quarto e ficar rente a janela. A lua estava linda, escondida atrás de várias nuvens de cores avermelhadas, eu não cheguei a vê-la, mas com certeza estava um espetáculo. Não tinha estrelas, era um céu nervoso! Todos os céus nervosos são assim, sem estrelas com uma noite bastante fria. Mas Gyn é sempre quente, ventilador tem que estar no duzentos pois no doze não surte efeito mais.

Será que o céu estava nervoso porque era um dia comum? Ou um dia comum se tornou uma data memorável para todos aqueles primogênitos do signo de Peixes? Afinal o primeiro dia de Peixes é um aglomerado de personalidade pisciana saindo de uma personalidade aquariana de últimos dias.
Dizem que peixes é um signo místico, é o signo do desapego, da espiritualidade , dizem até que quem é de peixes, será a última vez que vem ao mundo, porque é a ultima encarnação. Traduzindo:Este é o signo da’ viagem’, colega. E também dizem que o aquariano sempre é o mais diferente ou o mais tranquilo… Ele se antecede as tendências, então tudo que ele disser que é bom ele vai pegar e acredite….vai pegar! São completamente apaixonados por eletrônicos, jogos, computadores , tudo que é futurista e único.

Pô, será que sou o primeiro pisciano viciado em computador, filmes, seriados e eletrônicos!? É…
Não pratico o desapego fácil, acho que nasci na data errada… ou possuo mais de aquário em mim do que de peixes.
Pisciano tem um mundo interno , cheio de fantasias em todos os planos e quando a coisa não tá boa(quase sempre), eles nadam para lá, e não há quem os tire.
Muitos artistas plásticos são piscianos.Muitas pessoas que trabalham com música são piscianos.Trabalhos mais ‘para dnetro’ são perfeitos para eles.
A criatividade deles(minha) é incrível, então criam heróis, situações loucas ,nuvens laranjas, sóis azuis e lagos cor de ouro… È bem lisèrgico. São propensos á depressão também.

Mas não acredito muito em nisso tudo, acredito apenas em boa parte!

E a noite acabou assim, meio com sono, chuvoso, meus 2.6 turbo em um dia chuvoso.. outro dia normal. Primeira vez que não me vi com tanta espectativa em meu nascimento. Será que to ficando velho?

Porque pra mim foi apenas mais um dia…
Estou colocando minhas espectativas no carnaval e espero que não seja igual do ano passado.

15 coisas que seu médico não vai te contar sobre longevidade

Image

Alimentação balanceada, exercícios regulares, álcool sob controle, cigarro à distância, muitas horas de sono. Se tudo isso já faz parte da sua rotina, parabéns: você cumpre alguns dos pré-requisitos para viver mais. Acontece que há muitos outros: bons hábitos e fatores externos que são fundamentais para se chegar a uma “melhor idade” digna do nome.

Boa parte dessas novas regras são desdobramentos de estudos que levam em conta a influência que a sua personalidade e o seu entorno podem ter na sua longevidade. O principal deles é um estudo da Universidade Stanford, na Califórnia, iniciado pelo médico Lewis Terman em 1921. Naquele ano, ele selecionou um grupo de 1 500 crianças para acompanhá-las durante os anos seguintes. Terman faleceu em 1958, mas seus assistentes (e os assistentes deles) seguiram acompanhando todo o grupo durante décadas, na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, até que suas mortes os separassem.

Em 2012, as conclusões foram apresentadas. Os conselhos clássicos de se manter ativo, bem alimentado e tranquilo continuam valendo, claro. Mas os pesquisadores chegaram a algumas informações surpreendentes: trabalhar muito é um caminho para viver muito, otimismo de mais pode ser prejudicial e a genética não é assim tão determinante para prever seu futuro.
Conheça essas e outras lições nas próximas páginas. Afinal, o negócio não é só chegar a 100: é chegar bem.

1- Nunca, nunca se aposente
Pesquisas que comparam trabalhadores e aposentados da mesma idade mostram: quem parou está pior. Claro, vai depender da sua rotina. Mas como sabemos que a poltrona é tentadora, fique esperto. Não precisa trabalhar muito, nem todo dia – ache um hobby, um curso, um compromisso regular. E, não, assistir TV não conta como hobby.

2. Passar fio dental faz bem para o coração
O que uma coisa tem a ver com a outra? Acompanhe o raciocínio: se você não passar fio dental, vai acumular placa bacteriana, que vai causar gengivite, que vai provocar a liberação de substâncias conhecidas como químicos da inflamação, que são os vilões por trás de várias doenças cardíacas. Mas se isso não for argumento suficiente pra você… poxa, gengiva inflamada, dentes em falta e mau hálito não ajudam ninguém na terceira idade.

3. Otimismo faz mal à saúde
Enxergar apenas o lado bom das coisas tem seu lado ruim. Pois é: pessoas otimistas tendem a subestimar riscos – um traço de personalidade que pode levar de ultrapassagens ousadas a longas ausências no médico. Além disso, otimismo além da conta deixa você frustrado demais com as dificuldades da vida. Ou seja: com um pé atrás, você vai mais longe.

4. Socializar é a fonte da juventude
Quanto mais velhos, menos saímos de casa. Lute contra isso: a ciência garante que conviver com outros é o gatilho de benefícios físicos e mentais que prolongam a vida.

5. Deus ajuda quem vai à igreja
Fato: quem comparece à missa, culto, centro espírita, sinagoga, terreiro etc. em geral vive mais. Dilema: religiosos vivem mais porque rezam ou rezam porque vivem mais? Os dados não permitem concluir se a saúde dos anciãos é beneficiada pela experiência ou se, na verdade, quem tem disposição para ritos religiosos são justamente os mais saudáveis. Moral da história: na dúvida, tenha fé em alguma coisa – nem que seja em Richard Dawkins.

6. Beba. E não precisa ser tacinha de vinho
Quando o assunto é álcool e longevidade, só se fala em vinho tinto. Preconceito: vinho branco, cerveja, uísque e outros fermentados e destilados também podem fazer bem. Há um índice menor de doenças cardiovasculares relacionado ao consumo diário de até duas doses – e de apenas uma para mulheres, ponto para os homens! Mas a ALFA e o Ministério da Saúde advertem: beba com moderação. Passou de duas doses, já vira problema.

7. Palavras cruzadas salvam vidas
Atividades que exercitam seu cérebro mantêm sua inteligência e prolongam sua lucidez. Opções não faltam: palavras cruzadas, xadrez, videogame, sudoku, qual-é-a-música. Detalhe: assim que estiver craque, troque de treino – seus neurônios só mantêm o frescor enfrentando novos desafios.

8. Mulher: o negócio é imitar
Elas vão mais ao médico, comem melhor, fumam menos, envolvem-se em menos acidentes e, assim, vivem mais. Então, deixe de frescura: seja mais feminino.

9. Não fique viúvo. Você não sabe se cuidar sozinho
Não bastasse haver cinco viúvas para cada viúvo no Brasil, elas ainda vivem muito mais depois de perder seus maridos do que nós após perdermos a esposa. A verdade é que, sozinhos, tendemos ao caos – o que aos 30 anos tem seu charme, mas em uma idade avançada é fatal. Então, não fique solteiro: sua saúde agradece.

10. Pare de se incomodar com bobagem
Mágoa, rancor, ressentimento: se ao ler essa lista você já recorda de vários exemplos pessoais, calma. Não é por aí. Se cultivados, esses sentimentos descambam na produção de cortisol, um hormônio que ataca seu coração, metabolismo e sistema imunológico. Diversos estudos relacionam uma alta taxa de cortisol a uma morte precoce. Portanto, aprenda a perdoar, relevar, deixar pra lá. Como dizia o guru indiano Meher Baba: Don’t worry, be happy – pois é, também achava que vinha daquela música.

11. Não confie nos seus genes
“Meu avô viveu 90 anos, não preciso me preocupar.” Precisa. Uma nova pesquisa concluiu que apenas 25% da duração da nossa vida podem ser atribuídos à herança genética; os outros 75% dependem de você. Se quiser chegar aos 90 como o seu avô, descubra como ele fez para chegar lá.

12. Não tenha amigos legais. Tenha amigos saudáveis
OK, eles não são excludentes. Mas o ponto é: da mesma maneira que, para ganhar dinheiro, é melhor se cercar de ricos, e para emagrecer convém conviver com magros, para se ter saúde a receita é arranjar uma turma saudável – você melhora sem querer querendo.

13. Tenha filhos – ou algo parecido, como cachorros
Caso tenha se ofendido, por favor, volte ao item 10. Pronto. É o seguinte: possuir uma conexão com alguém mais jovem que você (filho, enteado, sobrinho, neto) é algo que te mantém interessado pelo mundo à sua volta – e mais a fim de continuar vivendo nele. E, sim, cachorro e gato também contam: além de manter você conectado, curtir um animal de estimação libera ocitocina, o hormônio benéfico liberado na convivência pais e filhos.

14. Seja bom no que você faz. Ao menos tente
Quanto menos trabalho, melhor. Esse conselho, que parece vindo do personagem Macunaíma, de Mário de Andrade, foi durante muito tempo adotado pelos especialistas em longevidade. Acreditava-se que uma vida sem esforço seria uma vida longa. Mas os médicos observaram que parece haver uma relação entre longevidade e empenho profissional. Por incrível e justo que pareça, passar décadas se dedicando e evoluindo em algo que você valoriza, ou seja, ralando muito, pode lhe valer vários anos a mais. Ao menos, garantem os especialistas, em comparação com quem passar o mesmo bocado de tempo trabalhando no que não gosta – essa sim é uma receita garantida para viver menos e pior.

15. Ser um pouco hipocondríaco vale a pena
Você vai continuar sendo considerado chato pela maioria dos amigos, mas pesquisas apontam que quem desconfia mais da própria saúde vive mais. No caso, é melhor prevenir e se remediar.

Por Emiliano Urbim Ilustrações Sattu 19h43 25/04/2013

A vida é pra quem se atreve!

Imagem
Olá pessoas do paleolítico inferior!
Sejam bem vindos a SELVA! É isso mesmo! O mundo de hoje é uma TREMENDA e MONSTRUOSA SELVA!

O mundo é pra quem se atreve. É sim! É pra quem se desafia todos os dias à primeira Aurora do dia, é para aqueles que usam 110% de si mesmos para suprir algum desafio, alguma atividade que não somente DESEJA, mas que a REALIZA independente de QUALQUER obstáculo!
O mundo é pra quem se atreve. É sim! É pra quem não reclama das oportunidades que perdeu, ou do Amor que nunca teve, ou da Tatuagem que nunca “teve tempo” pra fazer (Eu fiz a minha porra!!!!).

O mundo é pra quem se atreve. Pra quem não reclama que estuda 10 HORAS por dia e não passa num vestibular, ou num concurso, ou em porra nenhuma, que diz que a vida é DURA porque não consegue algo substancial e realizado. Se isto está ocorrendo, você tem que sair da Rotina, tem que sair da Zona de Conforto, tem que MUDAR, mesmo que for literalmente!

O Mundo é pra quem SE ATREVE! Atreve a ser uma pessoa melhor, MAIS bondosa e não bobão, MAIS educada e não arrogante, MAIS sincero e sem falsidade, MAIS VOCÊ e menos o MUNDO! Menas vaidade, e tudo que lhe deixa pra baixo!

O mundo é pra quem se atreve… quem não se atreve, não se arrisca e não é dono de suas escolhas é apenas mais um ninguém nessa Selva.

O que você faria?

Imagem

Olá, tudo bem com você? Eu estive pensando sobre todas as coisas que andam acontecendo pelo mundo. As mudanças, as surpresas, as guerras civis, a maneira como as pessoas estão enfrentando cada situação que o mundo lhe proporciona. Pois bem, estive analisando tudo isso e um pouco a mais e, por incrível que pareça, ainda não tive uma conclusão plena sobre tudo isso.
Porém entre TODOS esses acontecimentos que banham a vida de inúmeras dúvidas e certezas, fico a me perguntar: “O que você faria?”

O que realmente você faria se Amanhã fosse seu último dia na terra?

Bom, veja comigo, o mundo está doente, as pessoas tem pensamentos doentios, a vida está, de certa forma, morrendo, e o que você está fazendo pra MELHORAR a SUA VIDA? Você acordou hoje e agradeceu por não ter dormido até MORRER?! Você agradeceu a Sei lá Quem(independente da sua religião, mesmo porque não acredito em ATEU, pois se um cara não acredita em Deus, como ele explica tudo de BOM E RUIM que acontece na terra? Na vida dele? Tem que ser muito BURRO ou EXTREMAMENTE INOCENTE(o que não existe no mundo de hoje mais) para pensar que não há algo tão sublime e supremo que de certa forma fez tudo.) por mais um dia de vida?

Pessoal, o mundo está aqui, literalmente, sem colocar e nem tirar NADA, e o tempo está passando, velejando e sobrevoando TUDO que o circunda e não para JAMAIS e nesse meio termo é a SUA vez de fazer uma jogada, a sua jogada.

Centenas, milhares de pessoas passam a vida INTEIRA sem achar seu propósito na Terra(eu particularmente ainda estou a procura do meu, e olha que já se passou 1/4 de século! (PQP!!)).

E você? Pelo menos está tentando isso? Pelo menos um tiquinho? Mesmo que seja pouca coisa, está fazendo algum sacrifício?
Pois se não está fazendo, TRATE DE COMEÇAR FILHO DA PUTA!
Pois a vida.. ah cara.. a vida é MÁGICA... tem que aproveitar da melhor forma possível

Então.. aproveite… sinta a vida… você só tem esta… DESTE lado do mundo…

Então… o que você faria?

Porque namorados ficam parecidos um com o outro? Veja!

Image

Talvez você realmente acredite que “opostos se atraem”, mas já deve ter percebido que algum amigo que começou a namorar ficou muito parecido com seu par depois de um tempo. Uma nova pesquisa mostra que, na verdade, o que acontece é que são as semelhanças, e não as diferenças, que fazem com que o relacionamento dê certo.
Psicólogos da Universidade de Michigan fizeram um estudo para analisar esse fenômeno. Eles analisaram fotos de casais recém-casados e de 25 anos depois do casamento. O resultado mostrou que eles ficaram parecidos com o passar do tempo e, quanto mais feliz o casal dizia que era no relacionamento, mais eles eram parecidos fisicamente.
A verdade é que você não fica com o rosto parecido com o do seu amado, mas temos uma tendência a imitar expressões faciais e o jeito de quem gostamos. Logo, com o passar dos anos, se seu namorado é bem humorado e sorri o tempo todo, você tem grandes chances de adotar o mesmo comportamento e, quando os dois forem mais velhos, ambos terão rugas de expressão ao redor da boca.
Mas outras pesquisas sugerem que namorados começam a ficar parecidos porque, de alguma forma, eles já são parecidos antes de começarem o namoro e procuraram uma pessoa com personalidade parecida para iniciar o relacionamento. Com o passar do tempo, essas similaridades só se evidenciariam.

Queria morar na lua

Imagem

É uma sensação diferente, algo inusitado. Não chega a ser sobrenatural, mas o que vem a ser sobrenatural? O mundo é algo insano, inconsciente às vezes, caloroso e totalmente faminto por idéias e inovações. É algo surreal pensar que fazemos parte de uma comunidade que visa o crescimento em todos os sentidos do ser. Pois bem, não é nada fácil ter que acordar cedo, ir ao trabalho(obrigação) para ter de onde tirar a renda que lhe sustenta. O que, na verdade é uma utopia de tudo que lhe rodeia.

Gastamos com o que não é necessário, gastamos com o que é vazio apenas para suprir uma necessidade inexistente que o nosso subconsciente, por algum motivo ordinário, nos deu esta escolha. Escolha pela qual achamos que é feita pelo “destino”. Destino que, na maioria das vezes e em diversas culturas é escrito por mãos “divinas”. Mas há culturas que associam o destino ao acaso, um mito.

Certa vez me disseram que há tempo para tudo abaixo dos céus. Pois bem, o tempo, se analisarmos de forma cronológica é algo limitado, veja porque. Se pararmos para pensar no que realmente gastamos do tempo em nossas vidas, você vai perceber que não viveu o suficiente em um dia. Você trabalha 1/3 do dia, dorme mais 1/3 e ainda lhe sobram 1/3 para fazer o restante de tudo que você “ACHA” que dá tempo de fazer. E, como de praxe do ser humano, 90% usa esse tempo pra não fazer nada. Pense bem, você tem apenas 8 horas por dia pra desfrutar de algo benéfico. E tem pessoas que não sabem o que isso significa. Pense bem antes de gastar seus minutos com algo fútil e imoral. O tempo acaba para todos, de uma vez ou de outra.

Às vezes me vejo olhando para o céu, contemplando milhares de estrelas que nunca vi. Uma vez ou outra eu assisto um filme, jogo um videogame, faço academia, converso com ET’s, vou ao supermercado, visto uma sunga, cago, ando de bicicleta, vou à festa, escovo os dentes, calço meias de cor diferente, compro um Burguer king, converso com ET’s novamente e tento sentir a presença de Deus, o que nas milhares de vezes é extraordinário.

Queria morar na lua, só precisaria de um frigobar, muita cerveja, internet e uma cadeira, pra contemplar esse planeta cheio de gente imbecil e arrogante que não sabe NADA sobre o que é viver. Só pra poder sentir, mais uma vez, o que é solidão.

Viaje na minha MATRIX!

Imagem

O desenvolvimento da técnica na sociedade do capital tende a aparecer como desenvolvimento tecnológico, com objetos complexos assumindo formas estranhadas, que sob certas circunstâncias sócio-históricas podem assumir alto potencial destrutivo. Na medida em que se amplia, o fetichismo da mercadoria imprime sua marca indelével na sociabilidade humana, constituindo formas complexas de fetichismo social, criando a aparência de uma tecnologia onipotente e malévola. O fetiche da técnica através dos objetos tecnológicos tendem a ocultar a verdadeira dominação do capital como relação social a serviço da reprodução hermafrodita da riqueza abstrata. Na medida em que a tecnologia assume novas formas materiais, instaurando novas técnicas de virtualização de base bio-informática de intenso cariz manipulatório, tal fetichismo da técnica alcança maior intensidade e amplitude, principalmente no plano do imaginário social. O problema da tecnologia é o problema do controle social capaz de abolir o fetichismo da matrix tecnológica. Na medida em que tais contradições do capital se acirram, explicita-se a necessidade do controle social dos objetos tecnológicos complexos, sob pena do aprofundamento da barbárie social, tendo em vista que eles são utilizados, em si e para si, como nexus de intensificação da manipulação e da produção destrutiva do capital.