Starbucks doará toda comida não comercializada a bancos de alimentos

star

O Starbuks anunciou recentemente uma decisão que tende a beneficiar milhões de americanos: doar toda a comida que deixar de comercializar aos bancos de alimentos dos Estados Unidos.

Por meio de uma associação com a Feeding America e a Food Donation Collection, a rede de cafeterias pretende doar 100% daquilo que não vender nas suas mais de 700 cafeterias espalhadas por todo o território dos Estados Unidos.

Segundo a Feeding America, mais de 48 milhões de americanos nem sempre têm o que comer: um a cada sete passa fome

starrr

A ação já será realizada durante os próximos 12 meses. O Starbuks deve doar algo em torno de 5 milhões de alimentos até o final deste ano e 50 milhões em 2021.

“Como muitas das nossas iniciativas de impacto social, a inovação e a inspiração vêm de nossos parceiros que são voluntários e que contribuem para suas comunidades”, destacou John Kelly, vice-presidente sênior de Responsabilidade Global da Starbucks. “Eles viram a necessidade que temos de fazer mais e encontrar uma maneira de usar a nossa escala para trazer mais qualidade de vida aos necessitados”, concluiu.

 

Retirado do Eco4planet

Anúncios

Café aumenta a possibilidade de sobrevivência ao câncer de intestino, diz estudo. Mas calma.

cafeeO consumo habitual de café poderia aumentar as possibilidades de sobreviver ao câncer de intestino e proteger os pacientes de reincidências, informa estudo divulgado pela publicação britânica Journal of the Clinical Oncology. Mas lembre-se do que dissemos sobre pesquisas com resultados atraentes como está!

Um grupo de cientistas descobriu que os pacientes que recebiam tratamento e que consumiam altas doses de café, quatro ou mais xícaras por dia, tinham cerca de 42% menos possibilidades de registrar reincidência da doença que aqueles que não consumiam a bebida.

O estudo também mostrou como os pacientes que bebiam café tinham 33% menos possibilidades de morrer de câncer que os demais pacientes.

O médico Charles Fuchs, diretor do Centro de Câncer Gastrointestinal de Boston, nos Estados Unidos, afirmou ter comprovado que “os consumidores de café têm um risco menor de desenvolver câncer, além de que a sobrevivência e as possibilidades de cura aumentam consideravelmente”.

Potenciais positivos

Apesar dos resultados do estudo, Fuchs mostrou-se cauteloso com os potenciais benefícios do café como tratamento alternativo para os doentes de câncer de intestino. “Se bebe café habitualmente e está sendo tratado de câncer do intestino, não deixe de beber, mas se não é um consumidor habitual e se pergunta se deve começar, primeiro consulte o seu médico”, declarou o pesquisador.

Ainda que seja a primeira vez que um estudo relaciona o consumo de café à redução do risco de reincidência de câncer, investigações prévias indicaram que a bebida poderia proteger contra vários tipos de tumores malignos, incluindo os melanomas, o câncer de fígado e o de próstata avançado.

(Retirado do Eco4Planet)

6 informações que motoristas precisam saber sobre os ciclistas no trânsito

bike-transito-ecodNesta semana foi lembrado o Dia do Ciclista. Ao mesmo tempo em que crescem os movimentos pró-bike em boa parte do país, também é verdade que muitos adeptos das bicicletas seguem vivenciando inúmeras agruras no trânsito, o que ajuda a desestimular o uso desse meio de transporte não poluente e que não congestiona a cidade.

O Movimento Salvador Vai de Bike listou algumas informações relevantes, baseadas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a fim de reforçar que os ciclistas também devem ter o acesso respeitado às ruas, avenidas e estradas brasileiras, sem sofrerem qualquer tipo de discriminação e/ou agressão. Os dados são os seguintes:

  • O ciclista não é um obstáculo nas vias. Ele faz parte do trânsito;
  • A bicicleta é um veículo. E pelo Código Brasileiro de Trânsito Brasileiro (CTB), pode circular pelas ruas e estradas assim como carros e motos;
  • É infração gravíssima dirigir ameaçando ciclistas. Você pode até perder o sei direito de dirigir (Art. 170);
  • Ao ultrapassar uma bicicleta, respeite a distância lateral de 1,5m entre ela e o seu veículo;
  • É infração grave colar na traseira de uma bicicleta ou apertá-la contra a calçada (ARt. 192);
  • O carro deve sempre dar preferência de passagem ao ciclista. É lei (Art. 214).

Vale lembrar também que ciclista legal respeita as regras de trânsito, os motoristas e os pedestres. Em uma cidade sustentável, os diferentes meios de transporte convivem harmonicamente, o que traz uma série de benefícios para a mobilidade urbana e a sociedade de uma forma geral.

por EcoD | foto Eduardo Zárate