Come dice il detto..

sabioPorque as pessoas são são falsas? Porque o mundo vive em função de um consumismo sem fim? Essa sede por produtos novos está acabando com a geração que está nascendo agora.

Eu fico imaginando porque os seres humanos são tão mesquinhos? Precisam fingir que te conhecem só quando precisam de algo, ou ignorem sua existência por você não ser importante para elas. O que é inacreditável é as pessoas pregarem paz, amor e solidariedade e serem falsas, medíocres e mentirosas.

É muito simples, quando você fica sem dinheiro e os outros o obtém, por decorrência de seus frutos ou não, você começa a conhecer a verdadeira face da pessoa. É como aquele ditado: “Dê poder e dinheiro à alguém e ela se revelará.”

Dizem que o dinheiro corrompe o ser humano, isso é mentira, na verdade ele ajuda a mostrar quem a pessoa realmente é. Ela não muda o ser humano, ela apenas ajuda a se revelar.

Injustiça é a população da África estar do jeito que está e o resto do mundo endinheirado comprando garrafa de champagne de 20 mil dólares.

Injustiça é o resto de aborto que mata, estupra e rouba e sempre está solto, preparando outro ataque.

Injustiça é um país dominado pela corrupção e a população assistir com pipoca e olhos vendados.

 

Anúncios

O doce veneno da Barganha da vaidade por “Amor”.

Imagem

No mundo de hoje a palavra “amor”, “paixão” virou somente mais uma palavra do dicionário. Salve aqueles que presenciam e desfrutam do verdadeiro sentimento. Na verdade este texto vem de forma nua e crua explicar algumas diferenças de quem namora/fica com uma pessoa porque Gosta do que ela é e as outras pessoas que namoram/ficam com alguém pelo o que elas têm.

É muito simples, Nietzsche dizia:

“Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.”

Ou seja, pra você Amar você tem que ser um pouco louco, por quê? Porque você vai ultrapassar limites, não importa a classe social, o carro que ela tem ou não, o que ela faz, quem são os amigos/as dela, a concepção deste sentimento vai além do inimaginável!

O amor se baseia primeiramente em amor Próprio. Só então você poderá dispor de amor Para outras pessoas. Eu vejo casos de mulheres(não sendo machista, mas isso é um fato), que começam a namorar porque o rapaz tem algo a “oferecer”, ou é um carro, ou ele é bem sucedido, ou ele é popular, enfim, começa o “amor” por interesse. Isso vocês veem em qualquer lugar e é claro, quem namora por interesse não pode reclamar de ser tratado como mercadoria. Porque o preço da vaidade é esta Barganha. Uma vez uma menina começou a namorar um cara, e eu perguntei qual a qualidade que ele tinha, a primeira resposta que ela me disse foi: “Um fusion.” Minha filha, se esta foi a primeira qualidade que você viu, porque é o que você conta como vantagem pra todo mundo, vc já está desclassificada da rotina do Amor EM SUA VIDA. E acredite, é mais uma mercadoria e, como toda mercadoria vence algum dia. Pois conquistas em troca de favores são pontos fundamentais dos interesseiros.

Uma vez eu questionei uma colega de faculdade o Porquê de ela namorar um cara de 40 anos(ela tinha 19 na época), ela simplesmente me disse que ele era médico. ?!!!?!? Porra, qual a qualidade do cara? “eu sou médico” pffff. Sinceramente, é complicado viver em um mundo que “Status” e “riqueza” são indícios de “personalidade”.

Eu ouvi de uma outra garota que namorara um magnata de 50 anos que ela só tava com ele por causa do dinheiro, porque “no sexo” ele não aguentava, mas traição era direto. É galera, puta de luxo existe sem ser mascarado pela sociedade é um contrato de namoro na barganha. E depois fico a questionar o que vem a ser “namoro”, tem tantos significados pras pessoas que assusto.

Bom, graças a Deus tenho amigos, verdadeiros amigos e amigas que são diferentes, mas 80% do mundo estão fadados ao fracasso. Já estudei com gente interesseira, já namorei gente interesseira, já fiquei com gente interesseira, já trabalhei com gente interesseira, meus pais também, os seus, seus avós, sua tia, a minha, todo mundo no universo já passou por isso e sabe do que eu to falando. Chega ser trágico se não fosse cômico. Vemos várias celebridades de 60 anos namorando meninas de 30, e vice versa, mas por ser um monopólio do Mundo, e manipulação da mídia, você acha tudo mágico, você acostuma com a ideia de que se a pessoa é “boa de situação” ou “tem um carro” é um Bônus na sua relação. Cara isso é errado. Minha filha sai dessa vida.

Existem MILHARES de pessoas que dizem que procuram o amor, que fazem sacrifício pra terem isso, compartilham uma porrada de lições, sermões e textos de reflexão no face, na vida, e blá blá blá mas na vida real é a típica Maria Gasolina, o João prostituto, a Maria Breteira.

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita,aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser. O sexo é um complemento necessário, não a barganha pra subir seu vazio do material. Não é o carro dele/a que vai te fazer feliz, nem a empresa, nem o cargo, muito menos a casa, porque tudo isso passa, o amor não.

Amor é diferente de paixão, é sentir saudade mesmo estando perto, é gostar das brigas, é rir de momentos nervosos. É se sentir bem só de olhar pra pessoa. Paixão é egoísta, é selvagem, é aquela atração carnal, a pessoa pode tá de chinelinha, uma calça jeans e uma babylook, de cabelo amarrado, ela vai continuar perfeita, pode ser pra ir ao shopping ou num restaurante, não interessa. A vaidade consome esses sentimentos, essa mágica, e tudo se torna contrato. Porque geralmente estes namoros “interesseiros” terminam sempre em barganha, nunca tem sexo, mal tem beijo, na verdade beijo é pra sociedade, abraço é pra reputação na balada. Fora dali é algo cru, cinza, sem sal, sem desejo. Por isso sempre há traição em relacionamentos assim, porque a “MÁGICA” do relacionamento, do amor não existe no casal, e eles buscam fora, tanto o homem quanto a mulher, é aquele momento que conhece alguém extrovertido,  simpático, legal que acontece a mágica, mas a vaidade não deixa ela se soltar, porque a pessoa acha que vai perder algo. Mas o “algo” ela NUNCA teve. O que aconteceria na verdade seria um livramento, um passo no “desconhecido” já falado. A felicidade tá lá, na porta dela, e ela não quer abrir mão do que não tem. Mente bitolada é sempre assim.

Odeio pessoa interesseira, porque já passei por isso, já fui “amado” por “interesse” e quando interesse acaba, não há nada. Fui ingênuo algumas vezes, todos são. Mas a vida é assim. Hoje agradeço por ter olhos para o mundo, vejo inveja de longe e falo quando posso, afinal o que desejo nesse mundo não há dinheiro que compre.

Felicidade, liberdade e uma boa xícara de amor.. é tudo que sempre desejo.Já tive um amor assim…e é por isso que não me apego a coisas. Só quem viveu um amor sabe como é. Quem nunca viveu continua seguindo esse caminho interesseiro até quebrar a cara ou morrer vazio. Essa é a verdade NUA e crua. O interesseiro não vai mudar, você também não e eu muito menos. Hoje em dia os critérios de escolha de um “bom Partido(a)” mudam de pessoa pra pessoa. Agora tem que ver qual tipo de pessoa você é.

Eu não tenho tudo que quero, mas Deus já me deu mais do que eu mereço!

Vocês chamam isso de felicidade agora, quero daqui a 5 anos qual antidepressivo você vai estar tomando!

Prazer, Sou um Idiota!

Imagem

Prazer! Sou um idiota!
Sou sim! sou um idiota por acreditar que o mundo pode ser algo melhor! Sou um idiota por acreditar que as pessoas podem mudar! Sou um tremendo idiota por pensar que todos um dia poderão ser pessoas de confiança!
Prazer, este sou eu, sou o mesmo que acredita na paz do mundo, na compaixão do aliado, na piedade do inimigo, na verdade absoluta e obsoleta! Descobri que ser sincero demais machucas pessoas, mas ser mentiroso demais, machuca a si mesmo, não existe “meia” medida para esta linha de pensamento.
A vida inteira passei tentando descobrir respostas para minhas escolhas, se elas eram boas ou ruins, a medida de cada desafio que se alinhava em minha frente. Percebi que a maioria das escolhas eu nunca saberei se as fiz corretamente, mas consigo distinguir qual fardo eu consegui levar de cada uma delas.

É tão ruim e amargo quando você descobre que alguém mente para você, mas não alguém qualquer. O ser humano só se machuca quando ele se importa com algo, e isso realmente é uma desgraça. Vivi muitos dias longos,  empreitando em minhas mentiras, distribuindo algumas verdades, achei que era um jeito bonito de se viver, sem ter com

o que se preocupar. E hoje, vejo pessoas fazendo o que eu fazia, inventam uma mentira boa, trabalham ela para no final do dia, vim com outra mentira encobrindo a primeira, e isso se torna algo normal. Você olha na cara da pessoa e percebe que ela trata isso como algo normal. E você percebe a mentira, porque você praticava isso. Igual um viciado identifica outro viciado. E um círculo vicioso se cria, e a máscara encobre a verdade. Siluetas são apenas siluetas e tudo começa a ficar tão nublado que você não sabe mais o que é verdade e mentira. E a confiança fica em cima de um muro abalada, TRANSTORNADA, e quando ela cai.. o mundo fica cinza.

É literalmente uma desgraça quando isto acontece. E o pior de tudo é que acontece sempre, em todos os lados, todos os dias, em cada canto mundano. E você cotinua vendo máscaras por aí, sem conteúdo. Às vezes é um rosto bonitinho, às vezes é somente uma virtude do sentimento, e nada mais.

Aí eu acordo puto da vida, pensando nas escolhas que deixei de fazer, pensando que poderia mudar o mundo, mudar as pessoas, só que quanto mais eu tento, mais eu vejo que elas não querem ser mudadas! NUNCA! Geralmente as pessoas que não gostam das pessoas que mentem são as que mentiam muito e pararam de mentir! É complicado mas é o mundo! Um mundo imundo, falso e cheio de mascaras inúteis!
Vai ver estou enganado, vai ver, pode ser imaginaçaõ da minha cabeça. Mas fecho os olhos, e boto meus pés no chão, e percebo que o mundo é real. Não foi só uma idéia que passou na minha cabeça. São fragmentos que as vezes o vento não leva. E então você percebe que só tem que se importar com o que é necessário. E que o necessário depende de qualquer um.