Há.

11-26.jpgVivemos o nosso quotidiano sem entendermos quase nada do mundo. Refletimos
pouco sobre o mecanismo que gera a luz solar e que torna a vida possível, sobre a
gravidade que nos cola a uma Terra que, de outro modo, nos projetaria girando
para o espaço, ou sobre os átomos de que somos feitos e de cuja estabilidade
dependemos fundamentalmente. Excetuando as crianças (que não sabem o
suficiente para não fazerem as perguntas importantes), poucos de nós dedicamos
algum tempo a indagar por que é que a natureza é assim; de onde veio o cosmos
ou se sempre aqui esteve; se um dia o tempo fluirá ao contrário e se os efeitos
irão preceder as causas; ou se haverá limites definidos para o conhecimento
humano. Há crianças, e conheci algumas, que querem saber qual é o aspecto dos
“buracos negros”; qual é o mais pequeno pedaço de matéria; por que é que nos
lembramos do passado e não do futuro; como é que, se inicialmente havia o caos,
hoje existe aparentemente a ordem; e por que há um Universo.

(Stephen Hawking)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s