Tudo ou nada

soundCerta vez viajei pelas entranhas de meu mundo e percebi várias metáforas que faziam sentido e várias verdades que não. Ao primeiro momento entrei em estado de choque aclamado por conseguinte de uma suave sensação de gelo na cabeça(aquela dor insuportável que você adquire ao saciar-se se algo EXTREMAMENTE gelado e por alguns meros segundos seu cérebro CONGELA. PS: É sério, ele para de funcionar alguns segundos, ou seja, vc tecnicamente ja morreu varias vezes! Pense nisso.)
Ao abrir o livro de minhas memórias pude constatar que está faltando várias páginas interessantes, ou supostamente parecido com isso. Percebo que já não sou mais criança, apesar de não possuir os meus tão sonhados 2m, me contento com meus 87,3% deste pódio. Já me perdi milhares de vezes dentro de mim mesmo, e me achei poucas vezes. Acho que a vida é feita de momentos e esses momentos são quando você se acha…
Demorei pra entender(e ainda não entendo muito) que o cérebro humano é ligado à várias dimensões. Catalogado e totalmente aleatório. Chega ser cômico se não fosse baseado em fatos reais. Digo fatos porque você não é o primeiro e nem será o último a ter um cérebro. E cá entre nós, deixando esse papo nas entrelinhas, somos  quase nada de um quase tudo. Temos na ponta da mão TODA a Galáxia e ao mesmo tempo não sabemos o que fazer com praticamente quase tudo. Resumindo em outras palavras menos árduas e sinistras, somos donos do livre arbítrio, mas não somos donos de nossas verdades… Isso é VIDA! Isso é PSICOLOGIA!
Você pode ser quem você quiser! opa! Mentira! A verdade é que você pode tentar ser quem você quiser, mas na maioria das vezes isso não acontece. Por que? Porque no fundo do fundo do mais profundo senso comum de sua mente mediana, o que você quer de verdade não existe, é apenas um pensamento ligeiramente passageiro que se petrifica com a maturidade.

Nooooooooooossswaaa! Chega deu secura na boca de TANTO escrever. Não fez sentido? Como não? A primeira escrita vem na mente. Ou você acha que as palavras simplesmente saem sem nexo algum? Bem… às vezes sim, mas todas vieram de um único lugar, sua mente. Pensar cansa. Cansa muito. Ele é enrugado e dividido como uma noz gigante. Sim minha gente, estou falando do Cérebro! E tudo se baseia no autoconhecimento, você precisa primeiramente se conhecer, se permitir pra poder tentar viver.

Falando em Religião, uma delas que mais se destacou sobre o estudo da mente foi o Budismo. Mas também não podemos deixar a psicologia de fora deste ramo. Vou ser prático. A busca pelo conhecimento de si e a abordagem holística do ser humano e do mundo são apenas alguns dos aspectos comuns entre psicanálise e budismo. Que pode haver em comum entre uma tradição religiosa de 25 séculos nascida na Índia uma sociedade de castas altamente hierarquizada e marcada pela visão holística do mundo e uma prática clínica inventada na Europa há pouco mais de 100 anos, surgida como expressão de uma cultura laica, racional e individualista. Se prestarmos atenção aos percursos históricos, aos vocabulários, a práticas e rituais e a certos objetivos específicos desses dois campos, podemos ver budismo e psicanálise como universos MUUUUUUUUUUITO distintos: de um lado espiritualidade, contemplação e desapego ao eu, de outro teorias leigas, dispositivos clínicos e uma prática voltada para a ampliação da capacidade normativa do sujeito. No entanto, um olhar mais atento perceberá que por trás das aparentes diferenças há algumas afinidades muito importantes. Podemos citar pelo menos quatro.

O ponto de partida na experiência: tanto o budismo quanto a psicanálise partem da descrição e compreensão da experiência para desvelar a Natureza , o funcionamento do eu e para encontrar formas mais interessantes de lidar com os problemas. Aí se percebe um colorido fenomenológico comum a ambas as tradições porque seu centro (o que está sempre em questão, sendo observado e descrito) não é uma suposta natureza objetiva, acabada e independente é a experiência de si, do mundo, das relações com os outros, o modo como vivenciamos e interagimos com esses fenômenos.  Ou seja, poderia até chamar de destino, mas em outras palavras, um corpo e mente sã em perfeita harmonia com o universo faz a vida continuar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s