Padrões se repetem

touchVivo um dia após o outro, recordando dos milhares de momentos que tive, tentando absorver cada compasso desse efeito retrógrado que nossa mente executa, alienando pensamentos, decifrando mensagens e imagens, estabelecendo uma conexão com o mundo, e até com o universo. Tudo isso desencadeado pelas ações do dia a dia. Shinay, Shingu, Arroz, halls, carro, tênis, bola, pão de queijo, vento, Alabama, Torre Eiffel, sentimento, XOXO, cão, flores, ar, trabalho, natureza, palavras com ou sem sentido, tudo emergido no universo e mesmo assim, cada um com seu propósito definitivo ao longo do seu caminho.

Vivo neste planeta com 7 bilhões, 568 milhões e 497 mil pessoas. Esta é a história de algumas dessas pessoas. Há infinitas maneiras de se comunicar, algumas melhores do que as outras. Enviaremos durante a vida 300 bilhões de e-mails, 19 bilhões de mensagens de texto, tudo somando-se ao mosaico enorme de padrões e proporções em desenhos matemáticos, esses padrões se escondem bem debaixo de nossos olhos, só é preciso saber onde procurar. Em média, uma pessoa fala 16.147 palavras por dia, para 7.3 pessoas diferentes, em vários idiomas, em lugares diferentes e mesmo assim estamos perdidos sofrendo para explicar o mais simples dos conceitos: Eu quero, Eu sou, Eu amo.

Mas só alguns de nós conseguem ver como as peças se encaixam. Foi tudo predeterminado pela probabilidade matemática, e é meu trabalho ficar de olho nesses números, fazer as conexões para aqueles que precisam se encontrar. Aqueles cujas vidas precisam se tocar.

Sete bilhões de pessoas em um planeta pequeno flutuando na vastidão do espaço, sozinhas, fazendo parte disso. É o grande mistério da nossa frágil existência. Talvez ser solitário no universo é o que nos mantém unidos, o que nos faz precisar do outro por motivos pequenos criando um entrelaçamento quântico de você, de mim, de nós. Por milhares de anos os navegantes olham para as estrelas para saberem onde estão com o oceano se movendo debaixo deles, sentem conforto na posição fixa da Estrela Polar enquanto aqui nada para de se mover… Alguns chamam de destino, outros de caminho, alguns chamam de fé, mas a verdade é que padrões se repetem… Isso é a vida ou parte dela?

Anúncios

Uma resposta em “Padrões se repetem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s